Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

quinta-feira, 5 de março de 2009

PROFESSOR ENQUANTO PROFISSIONAL

1. PROFESSOR ENQUANTO PROFISSIONAL

1.1 ESTÁ EM CONTÍNUO APERFEIÇOAMENTO

O comportamento dos seres humanos na sociedade é altamente influenciado pelas suas biografias e pela subcultura em que vivem. Todas as pessoas são diferentes; isso é inegável. Por isso, a comunicação entre professor e alunos, entre professor e seus pares e comunidade não envolve apenas técnicas; tem de ocorrer a partir de uma atitude determinada por valores que enfoquem, por exemplo, cooperação, respeito e tolerância, oferecendo oportunidades uns aos outros. Ao comunicar-se, é necessário que os professores estejam conscientes dos valores em jogo e saibam lidar com as diferenças.

É necessário que o professor esteja por dentro do que se passa na sociedade e se mantenha atualizado em relação aos avanços nos campos da sociedade e da cultura, da ciência e da técnica, da saúde e do meio ambiente, da política e da filosofia de vida. Deve saber definir a sua posição quanto a cada um desses avanços, consciente de que é um modelo importante para os seus alunos.

Espera-se do professor que:

• mantenha em um bom nível os seus conhecimentos sobre os avanços aqui mencionados, através de diferentes meios, inclusive por sua participação na vida social;
• aguce a compreensão sobre a tensão e a conexão entre características valiosas e relativamente estáveis da sociedade e novas modas e tendências;
• reflita sobre suas próprias experiências como participante na vida social, dentro e fora das fronteiras de seu país, transformando-as em dados que sejam úteis ao exercício de sua profissão;
• traduza suas afinidades ou o seu envolvimento com fenômenos sociais específicos em desenvolvimento contínuo das suas próprias preferências e do seu interesse pela profissão.


1.2 DESENVOLVE HABILIDADES COGNITIVAS VOLTADAS À RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS


O professor deve saber lidar com problemas, reconhecendo-os, analisando-os e resolvendo-os. Ele está habituado a agir com independência, a liderar e a assumir responsabilidades, e aceita que os outros façam o mesmo. O professor deve ser capaz de assegurar que as aptidões cognitivas já dominadas durante a sua formação possam aperfeiçoar-se constantemente. Para isso, transitará entre experiências adquiridas dentro e fora de sua prática profissional e levará em contas os subsídios e sugestões que lhes são oferecidos.

Espera-se do professor que:

• continue a desenvolver suas aptidões iniciais relacionadas a reflexão, resolução de problemas, processamento de informação, pensamento e ação estratégicos, planejamento, gestão do tempo e avaliação, com o uso consciente e sistemático dessas aptidões no seu trabalho e, eventualmente, fora dele;
• considere as opiniões de outras pessoas sobre fenômenos e acontecimentos socioculturais e apliquem os resultados desta reflexão no seu trabalho.

1.3 FORMA UM CONCEITO SOBRE SEU TRABALHO


Um professor profissional possui um conceito sobre seu trabalho. Isso significa que está consciente dos valores e das normas que considera importantes na sua atividade cotidiana. Também está consciente dos preconceitos que possa ter desenvolvido.

Ele pode associar os conhecimentos adquiridos durante a sua formação a novas informações adquiridas, por exemplo, nas capacitações em serviço. É capaz de fazer a autocrítica de opiniões, idéias e convicções sobre o trabalho cotidiano e também de sujeitá-las à crítica do outro, por meio do diálogo. Conhece seus pontos fortes na profissão que exerce. Sabe como desenvolver suas qualidades, sem cair no simplismo. É capaz de analisar suas próprias ações e de modificar, se necessário, padrões e rotinas.

O conceito que esse professor profissional forma sobre seu trabalho é coerente e dirige suas ações. Pode ser ajustado e complementado, se as circunstâncias assim exigirem. Isso demanda atitude aberta em relação a novos conhecimentos e mudanças, que podem originar novas perguntas e objetivos de aprendizagem.

Esse conceito contém uma imagem de sua atividade profissional capaz de lhe provocar entusiasmo – é como se fosse o tempero do seu trabalho. Tal imagem leva em conta necessidades humanas gerais como obter reconhecimento, experimentar sucesso, estabelecer relações positivas, poder ser aquilo que realmente somos, ter controle sobre o que fazemos e sobre o que acontece e ser levado em conta.


Espera-se do professor que:

• reflita regularmente sobre o conteúdo do conceito que faz sobre seu trabalho, para fixar suas experiências e traduzi-las em escolhas e prioridades em relação à sua atividade profissional;
• compreenda, por meio da auto-avaliação, o que está indo bem e o que está falhando;
• formule, a partir de reflexão e da auto-avaliação, suas próprias perguntas e objetivos de aprendizagem e se aperfeiçoe com base nisso;
• saiba quais as idéias, os princípios e os comportamentos que deseja absolutamente manter e por quê;
• lide conscientemente com o conceito que faz sobre seu trabalho, em caso de mudanças e reformas;
• ajuste e complemente seu conceito de trabalho com novos conhecimentos e idéias.


1.4 TEM CONSCIÊNCIA DE SEUS VALORES E NORMAS


O professor deve saber lidar conscientemente com as normas e os valores que inspiram suas ações, dentro e fora da escola. Ele se esforça por detectar e eliminar preconceitos; procura emitir julgamentos equilibrados e bem fundamentados; conhece as filosofias e visões de mundo que influenciam as pessoas com as quais convive; sabe construir pontes entre suas posições morais e essas visões de mundo.

O professor deve ser capaz de justificar as suas escolhas, se possível empreendendo uma reflexão crítica sobre a filosofia ou a visão de mundo que as sustentam.


Espera-se do professor que:

• esteja consciente dos valores e das normas que desempenham um papel em sua vida e profissão e das mudanças que eles sofrem;
• identifique os preconceitos em si próprio e nos outros;
• promova conscientemente, a partir de valores, compreensão e conhecimento, a emancipação das pessoas marginalizadas e desfavorecidas na sociedade em que atua;
• compreenda que a informação (conhecimento, conteúdos curriculares) está sempre relacionada a valores e os aplique às suas ações profissionais;
• justifique as normas e valores que faz valer no seu trabalho e seja consistente, agindo sempre em conformidade com eles.


1.5 FUNDAMENTA-SE EM UMA CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO


O professor baseia o seu trabalho no conceito que forma sobre ele. Se, numa equipe, existe consenso sobre uma determinada visão de educação e de ensino e sobre a forma de colocá-la em prática, estamos falando de uma concepção de educação. Escolhida essa concepão, os membros da equipe devem adequar suas ações a ela. Constituirá também a base do conceito de trabalho de cada professor.

As concepções de educação têm de ser ajustadas em função dos avanços que ocorrem fora da escola e das experiências de trabalho da própria escola.

Espera-se do professor que:

• conheça a história e o conteúdo atual da concepção de educação escolhida;
• tente, coletiva e individualmente, realizar seu trabalho cotidiano baseando-se em pensamentos, valores e normas, métodos de trabalho e recursos didáticos inspirados na concepção de educação da equipe;
• esclareça às pessoas de fora (pais de alunos e professores de outras instituições) que tipo de concepção de educação defende e que resultados obtém com seus alunos;
• aceite aprender e se capacitar com seus colegas e com outros profissionais, para garantir uma concretização adequada da concepção de educação;
• se esforce sempre para estabelecer relações entre a concepção de educação e a realidade de ensino, criando assim um ambiente pedagógico favorável para os alunos.


1.6 COMUNICA-SE EFICAZMENTE

As atividades do professor implicam uma comunicação eficaz com diferentes pessoas e grupos.


Espera-se do professor que:

• saiba fazer com que os processos de comunicação ocorram com sucesso e o que os impede de funcionar;
• se comunique de formas diversificadas, adequando suas mensagens de acordo com o grupo-alvo, com sua subcultura e com o contexto em que se realiza o contato.

Fonte
Este texto foi reproduzido da publicação “Pequenos Passos Rumo ao Êxito para Todos” da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo 

Nenhum comentário: