Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

quinta-feira, 12 de março de 2009

texto para interpretação e reflexão

A folha amassada        

  Quando criança, por causa de meu caráter impulsivo, tinha raiva à menor provocação. Na maioria das vezes, depois de um desses incidentes me sentia envergonhado e me esforçava por consolar a quem tinha magoado. Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas depois de uma explosão de raiva, entregou me uma folha de papel liso e me disse:
-         Amasse a! Com medo, obedeci e fiz uma bolinha. 
-         Agora, deixe a como estava antes. Voltou a dizer me. É obvio que não pude deixá-lo como antes. Por mais que tentasse, o papel continuava cheio de pregas. O professor me disse, então: 
-         O coração das pessoas é como esse papel... a impressão que neles deixamos será tão difícil como esses amassados. 
Assim, aprendi a ser mais compreensivo e mais paciente. Quando sinto vontade de estourar, lembro daquele papel amassado. Quando magoamos alguém com nossas ações ou com nossas palavras, logo queremos consertar o erro, mas pode ser tarde demais.    

  Moral da História -  Acusar e agredir alguém, quando estamos com raiva e nervosos, é muito fácil. Basta obedecemos a ímpeto natural de querer “cuspir” o que sentimos de ruim. No entanto, palavras proferidas com raiva são como flechas envenenadas... Dependendo de onde acertarmos, podemos causar feridas incuráveis, dores que não passam jamais.    

Dica:   Antes de falar qualquer coisa num momento de raiva, conte até dez! Não é brincadeira, não! Conte mesmo até dez, respirando profundamente e deixando seus pensamentos se tranqüilizarem. Não diga nada. Prefira o silêncio até que se sinta consciente e preparado para falar com justiça e discernimento. Evite ferir as pessoas, especialmente àquelas que você mais ama e que mais amam você.                                                                           

Nenhum comentário: