Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Imagine como sofria nossas mães e avós.

FRASES ANTIGAS RETIRADAS DE REVISTAS FEMININAS ENTRE AS DÉCADAS DE 1940 A 1960:

> Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas. (Jornal das Moças, 1957);
> Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho e provas de afeto. (Revista Cláudia, 1962);
> A desordem em um banheiro desperta no marido a vontade de ir tomar banho
fora de casa. (Jornal das Moças, 1945);
> A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas. Nada de incomodá-lo com serviços domésticos. (Jornas das Moças, 1959);
> A esposa deve vestir-se depois de casada com a mesma elegância de solteira, pois é preciso lembrar-se de
que a caça já foi feita, mas é preciso mantê-la bem presa. (Jornal das Moças, 1955);
> Se o seu marido fuma, não arrume brigas pelo simples fato de cair cinzas no tapete. Tenha cinzeiros espalhados por toda casa. (Jornal das Moças,1957);
> A mulher deve estar ciente que dificilmente um homem pode perdoar uma muher por não ter resistido as experiências pré-núpciais, mostrando que era perfeita e única , exatamente como ele a idealizara. (Revista Cláudia,1962);
> Mesmo que um homem consiga divertir-se com sua namorada ou noiva, na verdade
ele não irá gostar de ver que ela cedeu. (Revista Querida,1954);
> O noivado longo é um perigo. (Revista Querida, 1953)
> É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do marido. (Jornal das Moças, 1957);
> E finalizar a “mais mais ” de todas: O LUGAR DE MULHER É NO LAR. O TRABALHO
FORA DE CASA MASCULINIZA (Revista Querida, 1955).

Por essas frases acima dá pra ter uma noção de como era a vida dessas mulheres no seu tempo. E ainda, nos dá oportunidade de entender por que ainda existe tanto machismo arraigado em nossa sociedade.

Adicionar esta notícia no temlink ou Adicionar esta notícia no temlink

2 comentários:

fabiano disse...

isso parece ficção

Maite...La Diva disse...

Pena que foi uma dura realidade para nossas avós e mães...