Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Lixo: um problema e tanto!


Você sabia que no mundo todo são geradas 3,5 , milhões de toneladas de lixo POR DIA, o que significa cerca de 600 gramas de lixo por pessoa?

Uma pessoa que vive 70 anos produz, ao longo da vida, 15 toneladas de lixo. E aí? O que fazer com tanto entulho?

Muita gente não se preocupa com o lixo. afinal, basta jogar fora que ele some da nossa vida.

No entanto, muitas vezes, o lixo vai para aterros sanitários, que, no Brasil, são poucos e estão no limite de sua capacidade.

A verdade é que estamos ficando sem lugar para colocar todo o lixo que produzimos. por isso, o lixo se tornou uma das questões mais sérias do século 21.

Então o que devemos fazer? 


Reduzir

Diminuir o consumo de materiais,
 adotando práticas conscientes.

Reciclar

separar o material que pode ser reaproveitado.

Reutilizar

Aprender a reutilizar materiais,
diminuindo a quantidade de entulho descartado.

Vamos descobrir juntos práticas de consumo consciente que reduzem a quantidade de lixo e maneiras simples de reutilizar materiais.

Leia com atenção.
Compartilhe o que aprender.
O planeta agradece.

A primeira palavra mágica: REDUZIR.

O que acontece com o lixo?

No Brasil, 88% do lixo doméstico vai para aterros sanitários. Uma vez no aterro, normalmente, o lixo se decompõe.
O problema é que esse processo pode demorar muito, muito tempo!

Veja alguns exemplos:

Material

Tempo de 

decomposição

Papel

De 3 a 6 meses

Lata de aço

10 anos

Madeira pintada

13 anos

Nylon

Mais de 30 anos

Embalagem longa vida

100 anos

Sacola plástica

Mais de 100 anos

Lata de alumínio

De 200 a 500 anos

Plástico rígido(embalagens, equipamentos, etc.)

Até 450 anos

Vidro

1 milhão de anos

pneus

indeterminado



O lixo que produzimos hoje poderá ficar décadas em contato com o meio ambiente, trazendo consequências indesejáveis.
Por isso, REDUZIR é uma palavra chave hoje em dia.

Veja o que você pode fazer para diminuir 
a quantidade de lixo que produz.

ADOTE UM CONSUMO CONSCIENTE.
Compre apenas o que você precisa. evite os excessos.

FIQUE DE OLHO NAS DATAS.
Para evitar comprar algo que precisará ser descartado logo.

DIMINUA AS EMBALAGENS.
Dê preferência a produtos com poucas emabalgens ou vendidos a granel. Recuse sacolas e embrulhos desnecessários.

CUIDE DAQUILO QUE COMPRA.
Prolongue o uso dos materiais que comprar. Mantenha-os bem conservados para aumentar a durabilidade.



SEGUNDA PALAVRA MÁGICA: REUTILIZAR

Vida nova ao lixo

Nem tudo aquilo que você deseja descartar precisa acabar no lixo. Com criatividade e bom senso, muitos materiais podem ser reaproveitados.
o mais importante é perder o preconceito e lutar contra a cultura do desperdício.
Um caso grave é o lixo eletrõnico, que envolve aparelhos como TV, celulares e computadores, entre outros. No mundo todo, são produzidos 50 milhões de toneladas de lixo eletronico por ano.
O culto pelo novo, pelo mais rápido e moderno gera uma cultura que desperdiça equipamentos que poderiam ser aproveitados por outras pessoas.
peças de equipamentos usados tem serventia. 94% das peças de um computador, incluindo peças metálicas, plásticas ou de borracha, podem ser reaproveitadas.

VEJA COMO DAR VIDA NOVA AO LIXO

DOE OU VENDA
Passe adiante aquilo que você não quer mais. Livros velhos podem ser um verdadeiro tesouro para bibliotecas públicas ou sebos. Móveis velhos podem mobiliar outros lares. equipamentos usados podem ser úteis em ONGs.

CONSERTE E REFORME
Evite jogar algo apenas por que está quebrado. verifique se não é possível consertar ou recuperar com a troca de algumas peças.

VALORIZE A SUCATA
Existem empresas e pessoas que sobrevivem a partir da comercialização da sucata. Tem algo que não precisa mais? Pode ter certeza que alguém vai encontar uma nova finalidade para esse entulho. você ajuda o planeta e ainda garante o sustento de outras pessoas.

Você sabia que...
  • Se o lixo eletrônico produzido pela humanidade a cada ano pudesse ser carregado por um trem, ele teria o tamanho suficiente para dar uma volta completa em torno do planeta.
  • Em 2008, o Brasil ultrapassou o número de 135 milhões de usuários. 25% deles trocam de aparelho todo ano.7% simplesmente jogam fora o equipamento velhos.
TERCEIRA PALAVRA MÁGICA: RECICLAR

LIXO: UMA FONTE DE RIQUEZAS

Pode parecer estranho dizer isso, mas o lixo é mesmo uma fonte de riquezas. além de gerar dinheiro para milhares de pessoas envolvidas no ciclo da reciclagem, o hábito, em si, gera uma grande economia.
Diminuímos o consumo de matérias-primas e economizamos a energia gasta na produção de novos materiais.
Veja alguns exemplos:

  • Para produzir 1 tonelada de alúminio é necessário usar 5 toneladas de bauxita. Reciclar exige 5% da energia gasta para produzir alumínio novo. Uma ecomia de 95%.
  • Para produzir uma tonelada de papel é preciso derrubar 20 eucaliptos, àrvore que leva 7 anos para crescer até o tamanho ideal.
  • reciclar vidro reduz 32% de energia elétrica consumida para produzir vidro novo.

Por isso, reciclar é uma atitude benéfica para o meio ambiente. Infelizmente, o Brazil recicla muito pouco, apenas 2%.

Aumentar esse índice não é difícil:

  1. Procure informar para saber onde é possível depositar material reciclável.
  2. Separe o lixo recicláveis e dos restos orgânicos.
  3. Exemplos de lixo reciclável: papel(jornais, caixas de papelão, etc.) metal 9 latas, clipes, papel alumínio, etc.0 Plástico ( emabalgens, garrafas de refrigerante, copos plásticos, etc.) e vidro ( garrafas, potes, etc.).
Você sabia que...

  • Apenas 5% do vidro é reciclado no Brasil.
  • calcula-se que o Brasil desperdiça R$4,6 bilhões por ano por não reciclar tudo o que poderia.
Papel e plástico - Os reis do lixo.

Apesar de estarmos em plena era da informação, ainda usamos muito papel. Um brasileiro consome, em média, 30 kg de papel por ano! E o que falar do plástico? Todo dia nós voltamos para casa com pelo menos uma sacolinha. 
 
Que tal reduzir o consumo? Não é difícil. veja como:

  • Dê um descanso para a impressora;
Imprima apenas o que for estritamente necessário. Você não precisa ter uma cópia de todos os arquivos que estão armazenados no seu  computador.

  • Uma folha de papel tem 2 lados:
é comum as pessoas usarem apenas um dos lados de uma folha de papel, um enorme desperdício. sempre que possível, use os dois lados.

  • Diminua a quantidade de papel em circulação:
Priviegie a comunicação eletrônica, como e-mails, por exemplo. Evite o envio indiscriminado de bilhetes e documentos. E, recuse o recebimento de material que você nãopediu, como folhetos, etc.

  • Evite as sacolinhas descartáveis:
Mais de 90% das sacolas plásticas dos supermercados acabam no lixo. quando for as compras, leve suas próprias sacolas ou mochilas. Alguns mercados já fornecem sacolas de pano ou papel.

  • Evite as garrafas:
Em vez de comprar água engarrafada, compre um filtro. Você diminui o lixo e economiza dinheiro.
Você sabia que...

  1. 39% do lixo produzido nas cidades brasileiras constituem-se de papel e papelão.
  2. O plástico reciclado das garrafas PET tem muitas utilidades. Ele serve de matéria-prima para confecção de novas embalegens plásticas, fibras, cordas e até roupas!
O LIXO É MAIS TÓXICO DO QUE VOCÊ IMAGINA

O problema do lixo não se resume apenas à quantidade de material descartado. O tipo de material que vai parar nos aterros também traz preocupações.
Sem saber, muita gente descarta entulhos e resíduos que provocam graves impactos ao meio ambiente.

Veja alguns exemplos:
  1.  Pilhas e baterias de celular contêm metais altamente tóxicos. Uma pilha comum tem mercúrio, cádmio e chumbo. Quando depositada em aterros esses elementos "vazam" e podem contaminar o solo e lençóis freáticos.
  2. Medicamentos: muita gente joga fora medicamentos vencidos. Normalmente os remédios contem elementos químicos não biodegradaveis e que podem até provocar mutações em microorganismos!
  3. Òleos:você sabia que 1 litro de óleo jogado na pia ou no ralo pode contaminar 1 milhão de litros de água? Uma tremenda dor de cabeça para as agências de saneamento básico!

VEJA O QUE FAZER PARA DIMINUIR ESSE IMPACTO:

  • Recarregue: dê preferência a pilhas recarregáveis. você as utiliza por mais tempo e ainda economiza um bom dinheiro!
  • Reutilize: Alguns equipamentos exigem menos energia que outros. as pilhas que você usou na sua máquina fotográfica digital, por exemplo, podem ser usadas no controle remoto da sua T.V. que funciona muito tempo, mesmo com pilhas semiusadas.
  • Use pilhas alcalinas: elas não contêm metais pesados e podem ser descartadas no lixo comum.
  • Compre o suficiente: evite estocar grandes quantidades de medicamentos. Um dia você pode descobrir que muitos deles " ultrapassaram" o prazo de validade.
  • Ralo não é lixo: jamais jogue óleo de cozinha usado em ralos e vasos sanitários.
Tenha cuidado para descartar no lugar certo: existem entidades que fazem coleta de materiais como óleo usado, remédios, pilhas e baterias. Informe-se.

Você sabia que...

  • Brasileiros consomem 1,2 bilhões de pilhas e 400 milhões de baterias de celular por ano.
  • Calcula-se que 20% dos medicamentos adquiridos no Brasil são descartados.
Para saber mais:

- http:// www.ibge.gov.br
-http:// www.onu-brasil.org.br
-http://www.cempre.org.br
-http://planetasustentável.abril.uol.com.br
-http://www.abratas.com.br
-http://greenpeace.org.br
-http:// www.lixo.com.br
-http://reciclaveis.com.br




2 comentários:

escalafobetico disse...

Nossa, que belo post.
Eu to sempre falando sobre os assuntos nos meus blogs e vou linkar seu post nos próximos dias, está muito completo, irretocável.
Um beijo e parabéns pelo blog.

Wander Veroni disse...

Oi, Xênia!

Parabéns pelo artigo e pela riqueza de dados que vc trouxe. Falta concientização das pessoas para entenderem a importância de se reciclar (e separar) o lixo. Fico feliz de encontrar mais uma mineira (assim como eu) na blogosfera.

Abraço