Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Tiradentes é aquele que inventou o avião?

É impressionante a falta de cultura geral de nossos jovens. Eu me pergunto por que ainda não fechamos as portas de todas as escolas desse país? será que eu e meus colegas professores estamos dublando, fazendo de conta que trabalhamos? Se torna as vezes até hilário falar sobre qualquer assunto em sala de aula. Hoje, a título de justificar os feriados escolares do dia 20 e 21 de Abril próximo futuro, perguntei se sabiam por que não teríamos aulas, ninguém sabia. depois, perguntei se sabiam quem foi Tiradentes, não sabiam, uns falaram que era dentista, outro que era um "herege", outro perguntou se era aquele que tinha inventado o avião. Pode? Eu fiquei pensando que tinha caído de uma nave espacial e que estava em Marte. 
Não acreditei. Não sabem quem foi Tiradentes, nem Castelo Branco, nem Monteiro Lobato, nem João Figueiredo, e muito menos se Blumenau fica em São Paulo ou Santa Catarina. E isso é geral. Outro dia, resolvendo uma cruzadinha, um aluno respondeu que a moeda mais forte da América do sul com 4 letras era EURO... É desesperador. Por quê? Será que nossas escolas estão "emburrecendo" nossos alunos? Não é possível.
Nas redações, escrevem naturalmente o internetês:

Fica sussa....(Fica sossegado)
Só de boa.....(Tranquilo)
Nem............(Não é)
keria (queria)
hj (hoje)
vc (você)
bj (beijo)
q (que)
tbm (também ou tá bom dependendo do contexto)
naum (não)
ñ (não)
mto (muito)
pq (por que)
c (você)
alg1 (algum)
mta (muita)
to (estou)
+ (mais)
+ou- (mais ou menos)
td (tudo)
blz (beleza)
JÁ É (concordando)
VLW(valeu)
td (tudo)
tranq(tranquilo)
ex(exemplo)
obs(observação)

Jay W. Forrester, professor de administração do MIT, enunciou a seguinte lei das organizações: ‘Em situações complicadas esforços para melhorar as coisas frequentemente tendem a torná-las piores, algumas vezes muito piores e, ocasionalmente, calamitosas.’ Essa mesma lei foi enunciada há quase 2.000 anos de forma mais simples e poética que todos podem compreender: ‘Não se costura remendo de tecido novo em roupa podre. Porque o remendo de tecido novo rasga o tecido podre e o buraco fica maior do que antes’ (Jesus).
O que fazer então diante do caos que está se tornando a educação em nosso país?
Quando essas indagações começam a aparecer na minha cabeça, começo a ouvir essas músicas que ficam tocando, tocando, na cabeça da gente, sabe, sem que a tivesse chamado veio aquela canção “Gente humilde”, letra do Vinícius, música do Chico. “Tem certos dias em que eu penso em minha gente e sinto assim todo o meu peito se apertar...” Pelo meio o Vinícius conta da sua comoção ao ver “as casas simples com cadeiras nas calçadas e na fachada escrito em cima que é um lar”. Termina, então, dizendo: “E aí me dá uma tristeza no meu peito feito um despeito de eu não ter como lutar. E eu que não creio peço a Deus por minha gente. É gente humilde. Que vontade de chorar.”

Se fosse hoje o
Vinícius não teria vontade de chorar. Ele riria de felicidade ao ver as cadeiras nas calçadas e as fachadas escrito em cima que é um lar... Vontade de chorar ele teria vendo essa multidão de crianças abandonadas, entregues ou à indiferença ou à maldade dos adultos: “E aí me dá uma tristeza no meu peito feito um despeito de eu não saber como lutar...” Só me resta então, recomeçar, traçar novas estratégias, não posso lavar as mãos como fez Pôncio Pilatos, preciso reagir, mudar o rumo dessa história.

Se dependesse de mim, nas escolas onde se formam os professores haveria cursos de “Como amar uma criança”. E a pergunta decisiva a todos os que pretendessem ser professores seria: “Você ama as crianças?” Essa é a primeira condição. Quem não ama uma criança não tem o direito de ser professor – ainda que tenha todas a teorias na cabeça.
“Nosso mais forte elo com a vida é o franco e radiante sorriso de uma criança”:
Janusz Korczak. Janusz Korczak foi um educador polonês que morreu com as crianças judias de sua escola. Tendo lhe sido oferecida a possibilidade de liberdade, escolheu entrar com elas na câmara de gás de Treblinka.

Finalizando essas reflexões deixo um dos meus textos favoritos se chama Desiderata. “Desiderata“ quer dizer “conjunto de coisas que se desejam.“ 

DESIDERATA

Vá calmamente, entre o barulho e a pressa, e lembre-se da paz que somente existe no silêncio.

Na medida do possível, e sem se atraiçoar, tenha boas relações com todas as pessoas.

Diga a sua verdade quieta e claramente. Ouça os outros, mesmo os obtusos e ignorantes. Eles também tem uma história a contar.

Evite as pessoas ruidosas e agressivas. Elas são tormentos para o espírito.

Se você se comparar aos outros você se tornará ora vaidoso, ora amargo, pois há sempre pessoas que lhe são inferiores ou superiores.

Goze tanto as suas realizações quanto os seus sonhos. Mantenha-se interessado naquilo que você faz, por humilde que seja. Aquilo que você faz é algo que você realmente possui, num tempo em que tudo muda sem parar.

Pratique a prudência nos seus assuntos comerciais, pois o mundo está cheio de trapaças. Mas não deixe que isto o faça cego para as virtudes que existem. Muitas pessoas se esforçam por ideais altos. Por toda parte a vida está cheia de heroísmo.

Seja você mesmo. Não finja afeição. E nem seja cínico acerca do amor. A despeito da aridez e do desencanto, ele renasce tão teimosamente quanto a
tiririca.

Aceite com elegância o conselho dos anos, deixando graciosamente para trás os prazeres da juventude. Crie força de espírito para proteger-se na desgraça repentina. Não se aflija, porém, com coisas imaginadas. Muitos temores nascem do cansaço e da solidão.

Tenha uma disciplina saudável, mas seja gentil para consigo mesmo. Você é um filho do universo, tanto quanto as árvores e as estrelas. Você tem o direito de estar aqui. E, quer você saiba disto ou não, o fato é que o universo caminha como deve. Por isto, esteja em paz com Deus, não importa como você pensa que ele é.

A despeito da barulhenta confusão da vida, mantenha-se em paz com a sua alma.

Com todos os seus enganos, labutas e sonhos não realizados, este continua a ser um belo mundo. Cuide-se. Esforce-se por ser feliz... Acredite!

Eu vou tentar também...

4 comentários:

Marcos Ivonil disse...

Nossa é isso? Meu Deus e o futuro desse povo?

gibanet disse...

Xenia
Além da situação precária da educação em todo território nacional, temos um agravante nas capitais que é a violência dos alunos contra seus professores e estes estão cada vez mais impotentes, não conseguem ensinar e não conseguem conter as agressões dentro das salas de aula.
Até agora não consigo imaginar como será o futuro desta nova geração.
Beijos

ivandro disse...

TODOS OS ATORES QUE ATUAM NESTA ÁREA TEM UM POUCO DE CULPA:FAMILIA,PROFESSORES,NINGUÉM SE PREOCUPA COM QUALIDADE DE ENSINO,SE O ALUNO PASSAR AUTOMATICAMENTE NA ESCOLA É O QUE IMPORTA DEPOIS CHEGA NO 2º GRAU E NÃO SABE NEM LER.

jabbur4243 disse...

Xenia,
Cada dia a mais, temos a certeza de como será nosso país em alguns anos. (NADA) pois estamos nas mãos destes alunos.
Concordo coma opinião anterior. Uma vez que o próprio governo determina que tem que deixar o aluno passar de ano de qualquer maneira...só pode dar nisso. Hoje vemos pessoas formadas em profissões que falam em público mas, que, infelizmente não sabem escrever, muito menos falar.
Também creio que a responsabilidade cabe a muitos mas, acho que neste ponto deveríamos retroceder uns 40 anos atrás quando havia disciplina, quando ficamos em pé quando entrava o professor ou outro adulto na sala, quando cantávamos o hino nacional em frente à bandeira, quando chamávamos os adultos por "senhor" e "senhora"..
Enfim, havia educação e disciplina, tanto em casa, como na escola....
Aproveitando seu desabafo, indico meu blog a você, o qual também poderá indicar aos seus alunos pois, há informações culturais lá dentro e com fotos, vídeos, etc.
Há também a notícia: Drogas-Liberá-las ou não?
Esta em particular, gostaria que você comentasse pois trata-se de uma pesquisa e tem muito a ver com nossa sociedade.
Um abraço
Jussara