Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Especialmente enamorados





Existe coisa mais gostosa que estar apaixonada(o)? Estar em extase, amando com toda a força do coração?
Sabe essa coisa de ficar o dia todo conectado ao outro sem fio nenhum, é como diz o poema é estar preso por vontade própria, um querer bem maior que bem querer, é tudo de bom.
Quando estamos apaixonados até nos sentimos mais bonitos e mais leves, parece que tudo flutua, que tudo está mais colorido, mais vivo.
E estou falando de todo tipo de namorados: namorados heteros ou homossexuais, namorados com 50 anos de casados, com 25, com 10, ou até mesmo solteiros, ou relações proibidas, namoro de casais que já tiveram outras experiencias de casamento frustado e ainda creem que amar pode mesmo dar certo. Não me interessa os rótulos, os pré-conceitos, o que quero é sim´plesmente falar de amor, uma vez que aproxima o dia 12 de junho, dia do comércio ganhar o seu dinheirinho, mas, também , uma data para se fazer uma reflexão e até mesmo uma homenagem ao seu companheiro, namorado, marido ou caso, vai saber?
Tem namorados(a) que são aventureiros(a) por natureza, gostam de desafios e de se movimentar bastante. Desafios são para eles. Gostam, também, de andar na moda e acompanhar e ter novidades à mão. Esses nos motivam a sair da redoma de vidro e nos lançar num vôo livre, aberto, tropical...
Tem namorados(a) que são pés no chão, que transmitem segurança, confiança, gostam de coisas caras e de boa mesa. Esses nos conquistam por que precisamos mesmo de um porto seguro, de um lugar para abrigar nossa alma aflita, cansada da lida diária.
Te namorados(a) que são parceiros, companheiros, amigos, dividem o pão, a vida e o riso. esses nos deixam soltas, livres para descobrir o prazer e a diversão a dois. É um amigo que é o amor...
E o namoro vai passando por fases e mais fases que vai do encantamento a cumplicidade total.
Um primeiro estágio é a atração: Vocês se conhecem e, por não saberem muito um do outro, ainda estão atentos às aparências. Segundo Deepak Chopra, nessa fase é fácil cair na tentação de querer agradar sempre e se comparar com outras mais bonitas, magras... O que a torna realmente desejável? "Acima de tudo, a atração provém da naturalidade. Somente ela contém o mistério e o fascínio que desencadeiam o romance", explica. Ele recomenda que você seja autêntica. "A pessoa que tem pontos fortes e fracos não é defeituosa, e sim completa", diz o sábio, acrescentando que aceitar isso ajuda a afastar sua culpa ou vergonha e a cativar pela essência.
Segundo estágio, a fascinção: Vocês se conhecem e, por não saberem muito um do outro, ainda estão atentos às aparências. Segundo Deepak Chopra, nessa fase é fácil cair na tentação de querer agradar sempre e se comparar com outras mais bonitas, magras... O que a torna realmente desejável? "Acima de tudo, a atração provém da naturalidade. Somente ela contém o mistério e o fascínio que desencadeiam o romance", explica. Ele recomenda que você seja autêntica. "A pessoa que tem pontos fortes e fracos não é defeituosa, e sim completa", diz o sábio, acrescentando que aceitar isso ajuda a afastar sua culpa ou vergonha e a cativar pela essência.
Terceiro estágio, comunhão: A lei da comunhão diz que ela é o compartilhamento do espírito. Portanto, a partir de agora, vocês começam a confiar, a contar segredos. "Os amantes penetram o território do desconhecido, tomando um do outro o que não possuíam sozinhos", explica o mestre. "Quando a comunhão é profunda, você se transforma naquele que ama." Uma dificuldade: continuarem a agir como se fossem solteiros, com hábitos, manias próprios. Vencer a batalha contra o ego é um desafio aqui. O segundo é não projetar no outro uma insatisfação própria. Digamos que tem achado seu namorado grosseiro. Tente ver se não é você que anda irritada nos últimos dias. Você alimenta esse comportamento nocivo se costuma terminar as frases dele, fazer afirmações estereotipadas (como "Homem só pensa em sair com os amigos"), pedir opinião e ficar zangada quando ele discorda de você, sentir-se o tempo todo incompreendida, acreditar que, quando ele olha para outra mulher, alimenta interesse sexual por ela. Vale a pena identificar e eliminar sentimentos que possa projetar nele, e vice-versa. "A comunhão fracassará se vocês construírem novas defesas", diz Chopra. Cabe aos dois ainda cultivar três qualidades: igualdade (não se sentir superior nem inferior ao outro), sensibilidade e comunicação (para ambos expressarem suas emoções).
Quarto estágio, intimidade: A lei da comunhão diz que ela é o compartilhamento do espírito. Portanto, a partir de agora, vocês começam a confiar, a contar segredos. "Os amantes penetram o território do desconhecido, tomando um do outro o que não possuíam sozinhos", explica o mestre. "Quando a comunhão é profunda, você se transforma naquele que ama." Uma dificuldade: continuarem a agir como se fossem solteiros, com hábitos, manias próprios. Vencer a batalha contra o ego é um desafio aqui. O segundo é não projetar no outro uma insatisfação própria. Digamos que tem achado seu namorado grosseiro. Tente ver se não é você que anda irritada nos últimos dias. Você alimenta esse comportamento nocivo se costuma terminar as frases dele, fazer afirmações estereotipadas (como "Homem só pensa em sair com os amigos"), pedir opinião e ficar zangada quando ele discorda de você, sentir-se o tempo todo incompreendida, acreditar que, quando ele olha para outra mulher, alimenta interesse sexual por ela. Vale a pena identificar e eliminar sentimentos que possa projetar nele, e vice-versa. "A comunhão fracassará se vocês construírem novas defesas", diz Chopra. Cabe aos dois ainda cultivar três qualidades: igualdade (não se sentir superior nem inferior ao outro), sensibilidade e comunicação (para ambos expressarem suas emoções).
Quinto estágio, entrega e desapego: A lei da comunhão diz que ela é o compartilhamento do espírito. Portanto, a partir de agora, vocês começam a confiar, a contar segredos. "Os amantes penetram o território do desconhecido, tomando um do outro o que não possuíam sozinhos", explica o mestre. "Quando a comunhão é profunda, você se transforma naquele que ama." Uma dificuldade: continuarem a agir como se fossem solteiros, com hábitos, manias próprios. Vencer a batalha contra o ego é um desafio aqui. O segundo é não projetar no outro uma insatisfação própria. Digamos que tem achado seu namorado grosseiro. Tente ver se não é você que anda irritada nos últimos dias. Você alimenta esse comportamento nocivo se costuma terminar as frases dele, fazer afirmações estereotipadas (como "Homem só pensa em sair com os amigos"), pedir opinião e ficar zangada quando ele discorda de você, sentir-se o tempo todo incompreendida, acreditar que, quando ele olha para outra mulher, alimenta interesse sexual por ela. Vale a pena identificar e eliminar sentimentos que possa projetar nele, e vice-versa. "A comunhão fracassará se vocês construírem novas defesas", diz Chopra. Cabe aos dois ainda cultivar três qualidades: igualdade (não se sentir superior nem inferior ao outro), sensibilidade e comunicação (para ambos expressarem suas emoções).
Sexto estágio, paixão: A lei da comunhão diz que ela é o compartilhamento do espírito. Portanto, a partir de agora, vocês começam a confiar, a contar segredos. "Os amantes penetram o território do desconhecido, tomando um do outro o que não possuíam sozinhos", explica o mestre. "Quando a comunhão é profunda, você se transforma naquele que ama." Uma dificuldade: continuarem a agir como se fossem solteiros, com hábitos, manias próprios. Vencer a batalha contra o ego é um desafio aqui. O segundo é não projetar no outro uma insatisfação própria. Digamos que tem achado seu namorado grosseiro. Tente ver se não é você que anda irritada nos últimos dias. Você alimenta esse comportamento nocivo se costuma terminar as frases dele, fazer afirmações estereotipadas (como "Homem só pensa em sair com os amigos"), pedir opinião e ficar zangada quando ele discorda de você, sentir-se o tempo todo incompreendida, acreditar que, quando ele olha para outra mulher, alimenta interesse sexual por ela. Vale a pena identificar e eliminar sentimentos que possa projetar nele, e vice-versa. "A comunhão fracassará se vocês construírem novas defesas", diz Chopra. Cabe aos dois ainda cultivar três qualidades: igualdade (não se sentir superior nem inferior ao outro), sensibilidade e comunicação (para ambos expressarem suas emoções).
Sétimo estágio, e também o mais dificil de ser alcançado, o extase Parabéns, vocês agora atingiram o estado de graça e experimentam o amor puro, simples e incondicional. É a experiência mais espiritual de todas. Ao chegarem aqui, já não enfrentam mais dificuldades e, portanto, não precisam de soluções. Alcançaram a iluminação amorosa e estão curados de qualquer mal. Chopra diz que o sétimo estágio contém três partes. O êxtase físico é conseguido quando vivemos o presente com consciência e estamos com os cinco sentidos apurados para cada nuance do toque, do som, da imagem... "Sentimos prazer em tocar e ser tocados, em banquetear os olhos com a beleza do corpo e do mundo, nutridos em cada poro do nosso ser", exemplifica. O êxtase mítico é alcançado quando vocês entendem que todos somos deuses e, portanto, capazes de fazer coisas magníficas. Já o casal que fica preso às preocupações triviais e atividades mundanas empobrece espiritualmente e pena no tédio. "O mistério, a aventura, o assombro, a imaginação, novos desafios, todos eles nos esperam", diz Chopra. E o êxtase espiritual, que abrange o físico e o mítico, ocorre quando os amantes finalmente compreendem que o amor é maior do que o sentimento entre dois seres: é uma energia sagrada que os aproxima de Deus.

Nenhum comentário: