Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Brigas de irmãos, quem tem filhos ou irmãos sabe como é...

Pedrinho( meu filho) e Larissa




Quem nunca presenciou as famosas brigas que parecem nunca ter fim, que tira a paciência toda a família e causam tumulto? Em alguns casos há até mesmo agressão física, - além da verbal trazendo ainda mais complicações e revoltas.Brigas entre irmãos são naturais porque eles vivem querendo marcar seu espaço, sempre haverá uma briga ou outra... porque irmãos sempre tem algo por brigar, até por uma questão de diferenças de opinião e de personalidade. Por exemplo, se eles dormem no mesmo quarto, podem brigar porque um quer dormir enquanto o outro quer ver TV... ou porque um é certinho e o outro desorganizado... ou mesmo porque tem que dividir o computador ou a TV... e para chamar a atenção dos pais que, muitas vezes, protegem mais um irmão em detrimento do outro, gerando assim uma certa raiva no outro, o que acaba gerando brigas também... por exemplo: o irmão mais novo tem regalias que o mais velho não tem ou o irmão mais velho tem responsabilidades que o mais novo não tem... isso é motivo para brigas!

Pais nunca deverm tomar partido! Brigas de irmãos devem sempre ser resolvidas entre eles e mais ninguém... seria algo como uma briga de marido e mulher onde ninguém bota a colher... Os pais deveriam apenas ajudá-los a resolvê-las, SEM NUNCA TOMAR PARTIDO!!! Sei que é difícil ser neutro, mas tomar partido de um dos filhos é alimentar futuras brigas entre eles... porque o preterido vai sempre agir no sentido de irritar o outro predileto ou agir no sentido de chamar a atenção dos pais de que o predileto não é tão legal assim, tem defeitos, etc..


Como lidar com as disputas

Embora os desentendimentos entre irmãos sejam normais, os pais tem papel importante para acabar com isso e fazer com que a paz reine em casa. A psicóloga Olga Inês Tessari dá orientações valiosas para lidar com a situação:

  • Nunca tomar partido diante de uma briga;
  • A conversa é sempre a melhor saída. Os pais precisam sentar com os filhos e explicar que este comportamento é errado. O castigo só deverá ser adotado se os pais já explicaram que não pode haver brigas, mas as crianças continuam insistindo com as desavenças;
  • A regra de conduta deve ser coerente para todos os filhos. Se recorrer ao castigo, melhor que seja aplicado igualmente a todos;
  • Nunca deixe que os filhos se agridam fisicamente.

Para devolver a paz ao seu lar, é preciso ter determinação. O primeiro passo é não tomar partido, porque sempre haverá mais de uma versão para cada história. Os pais devem agir como mediadores e incentivar o diálogo.

Promova a paz

Veja como incentivar o diálogo em três situações típicas de conflitos entre irmãos:

MAIS NOVO X MAIS VELHO

Durante uma briga, os pais tendem a proteger o menor. Isso faz o maior se sentir menos amado. Tente equilibrar a atenção: nem sempre é o filho mais novo quem tem razão.

MEU X NOSSO

Se um dos dois não quer emprestar um brinquedo ou uma roupa, pergunte por que está agindo assim. Se a resposta for “Porque meu irmão não cuida direito das coisas”, cheque se isso é verdade.

DIÁLOGO X CASTIGO

Se os ânimos estão esquentando chame seus filhos para conversar.

Deixe claro que eles precisam entrar em um acordo – caso contrário, receberão um castigo. A punição deve ser igual para todos, não interessa quem começou a confusão. Se os pais presenciarem uma agressão física, podem dar um castigo mais severo ao agressor, sem se esquecer de investigar o que motivou a briga.

DEPOIS QUE A RAIVA PASSAR

Em qualquer idade, quando uma discussão termina, é comum surgir um momento de raiva. Não adianta forçar uma reaproximação ou dizer que “ele é seu irmão, você precisa amá-lo”. É preciso respeitar esse período, desde que ninguém provoque novas brigas e seja malcriado. Logo a raiva passa e, pouco a pouco, os irmãos voltam a interagir.


Fonte: www.ajudaemocional.com


2 comentários:

Anne Lieri disse...

Excelente seu post!Muito esclarecedor e com ótimas orientações!Bjs,

Xênia da Matta disse...

Obrigada, lindinha!
bjux e sucesso!