Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

terça-feira, 30 de junho de 2009

Cultura Indiana - Algumas curiosodades...



Conheça um pouco sobre a India


A República da Índia é um país que ocupa a maior parte do subcontinente indiano (formado por Índia, Paquistão, Bangladesh, Nepal e Butão e, por razões culturais e tectônicas, a ilha do Sri Lanka e as Maldivas) e ainda as ilhas Laquedivas e Andamão e Nicobar. São muitos os países que circundam a Índia, formando fronteiras com China, Nepal, Butão, Mianmar, Bangladesh, Paquistão, além de ser banhada pela a Baía de Bengala, pelo oceano Índico, pelo mar das Laquedivas e pelo mar Arábico.

Muitas línguas em um só país


Depois da China, é o segundo país mais populoso do mundo, com mais de um bilhão de habitantes. Reconhece mais de 20 línguas oficiais, dentre elas o hindi (falada no norte, é a língua da administração central), o tâmil (no sul) e o inglês.

Sua capital é Nova Délhi, cidade projetada pelo arquiteto britânico Edwin Lutyens. A cidade é conhecida por seus boulevares amplos e cercados por árvores, e por abrigar diversas instituições e monumentos nacionais.

A chave para o novo mundo


Segundo a jornalista Mira Kamdar, a Índia é uma potência emergente do século XXI. “Nenhum outro país tem mais importância para o futuro do planeta do que a Índia. Não há desafio que enfrentemos, oportunidade que ambicionemos, em que ela não tenha importância crítica. (…) O mundo está passando por um processo de reciclagem profunda, no qual a ascensão da Ásia é o fator mais importante. A Índia tem a chave para esse novo mundo”, escreve Mira em seu livro Planeta Índia: a ascensão turbulenta de uma nova potência global.

A civilização indiana é uma das mais antigas do mundo e sua população diversificada divide-se em muitas religiões como o hinduísmo, o budismo, a religião muçulmana, o jainismo e o sikhismo.

Rúpia é a moeda da Índia.

Se você for à Índia, vai precisar trocar seu dinheiro por rupias, a moeda oficial do país. Assim como no Brasil existe o real e os centavos, na Índia existe a rupia e as paisas. Uma rupia divide-se em 100 paisas.

A palavra “Rupiah” deriva do inglês “Rupee” ou do sânscrito “Rupya” que significa prata. Na Índia, todas as notas trazem a imagem de Gandhi. A rupia é também moeda oficial de outros países, como Indonésia, Maldivas, Nepal, Paquistão e Sri Lanka.


Divididos em castas

Uma peculiaridade da cultura indiana é o sistema de castas. A casta é um sistema de estratificação social hereditário, fundamentado na religião hindu. Mas atenção: a casta não deve ser confundida com classe social; ela não está necessariamente ligada à riqueza ou pobreza. O indivíduo nasce e morre dentro de sua casta e a transmite a seus filhos, independente de quantos bens venha a juntar ou dos méritos que venha a acumular.

A casta não é regida pelo que uma pessoa possui, mas pelo que ela é. Portanto, é imutável, não permite nenhuma mobilidade.

A origem
Segundo o hinduísmo, a humanidade nasceu de um único deus:Brahma. Porém, cada um se originou de diferentes partes de seu corpo. Esse é o critério para classificar as 4 castas básicas:
- Brâmanes(sacerdotes, professores, sábios) - a casta mais alta, saiu da boca de Brahma
- Xátrias (governantes e guerreiros) dos braços de Brahma
- Vaisias (comerciantes) das pernas de Brahma
- Sudras (agricultores, prestadores de serviço) dos pés de Brahma

Os “sem-casta”
Os dalits, ou intocáveis, são párias: aqueles que não têm casta, a poeira sob os pés de Brahma. Eles realizam os trabalhos considerados impuros para as outras castas, como a limpeza de excrementos, a lida com os cadáveres. Os dalits não podem beber água na mesma corrente dos demais, não lhes é permitido entrar nos templos, nem mesmo tocar, com seu corpo ou com sua sombra, um indivíduo pertencente a qualquer casta.

Luta contra o preconceito
Gandhi foi um dos que lutaram pela inclusão dos intocáveis. Ele próprio passou a lavar o seu e outros banheiros, numa atitude simbólica que tinha por finalidade demonstrar a igualdade entre os homens.

Depois da independência da Índia, em 1947, um intocável, o dr. Ambdkar, participou da redação da nova constituição, que aboliu as castas - da lei, mas não dos costumes. Elas vigoram até hoje, mais fortemente nas regiões rurais, e o governo da Índia tem feito campanhas sistemáticas no intuito de transformar esse quadro, estimulando com prêmios casamentos entre castas e proporcionando aos dalits o direito à educação e ao mercado de trabalho. Apesar de ainda encontrarem muita resistência, os dalits já fizeram conquistas consideráveis: entre outras, a eleição de Mayawati, uma intocável, para governadora do estado de Uttar Pradesh.


Nenhum comentário: