Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

domingo, 30 de agosto de 2009

Os parasitas das redes sociais

Eu estive fazendo uma reflexão sobre a participação das pessoas nas redes sociais... 


Você já ouviu falar no conceito de Redes Sociais? Não? Nem imagina o que seja? Bom, a Internet está se tornando um modo de vida. Milhares de usuários da internet são membros de uma ou mais redes sociais.
Segundo o site wikipedia, são relações entre os indivíduos na comunicação por computador. O que também pode ser chamado de interação social, cujo objetivo é buscar conectar pessoas e proporcionar a comunicação e, portanto, utilizar laços sociais.
Mas e quais são as redes sociais na Internet? 
Resposta simples: redes sociais na Internet são as páginas da web que facilitam a interação entre os membros em diversos locais. Elas existem para proporcionar meios diferentes e interessantes de interação.Atualmente, existem vários sites da rede social que operam mundialmente.
 As Redes Sociais são uma das formas de representação dos relacionamentos existentes entre os seres humanos ou entre seus agrupamentos de interesses mútuos; a rede é responsável pelo compartilhamento de idéias entre pessoas que possuem interesses e objetivo em comum e também valores a serem compartilhados. Essas redes se encontram hoje em grande número na internet, uma vez que esta acelera o processo da busca de algo em comum entre as pessoas.

A partir delas, pode- se determinar a popularidade de uma pessoa, mesmo que desconhecida, apenas por observá-la nas 
redesMuitas pessoas entram nas redes sociais e participam ativamente de tudo que acontece por lá. Adicionam amigos com quem tem afinidades intelectuais, emocionais, pedagógicas, humanas, etc. E nesse espaço de convivência mesmo que virtual existe uma grande cumplicidade, parceria, amizade, incentivo, elogios, e muita diversão.



Eu, particularmente, participo de várias redes sociais, e procuro na medida do possível estar presente nas páginas de meus amigos, comentando suas fotos, suas postagens, suas notícias, opiniões, textos, crônicas e poemas...


Em contrapartida temos também nas redes pessoas oportunistas que podem ser comparadas com "parasitas", uma vez que adicionam membros populares, são verdadeiros "papagaios de pirata", buscando unica e  exclusivamente promoção pessoal, estando sempre na sombra daqueles que se sobressaem.

Eu não consigo entender o por que de se ter uma enormidade de "amigos" nas redes sociais, se você não está interessado em acompanhar nada do que essa pessoa escreve. Qual seria o motivo o sentido dessa experiência? Oportunismo?

Existem diferentes tipos de redes sociais, uma delas a que mais participo é o Dihitt, um "site para quem é viciado em notícias". Existe dentro do Dihitt um grande número de blogueiros que são parceiros, colaboram, dão dicas, compartilham conhecimento, aprendizado por que a web é muito rápida, é uma fonte inexorável de informação. Bem, mas, também existem aqueles que se encaixam perfeitamente no segundo grupo: os parasitas das redes sociais.

Nós, os blogueiros, somos pessoas públicas - uns mais, outros menos - e , por isso, somos responsáveis por nossas condutas e posicionamentos na internet. Quanto mais conhecidos ficarmos, maior será a nossa responsabilidade. Não podemos agir como crianças fazendo "arte". Lembro-me de ter lido,  numa matéria sobre o seminário da Info, a seguinte frase: “Tirar algo da web é tão difícl quanto tirar xixi da piscina”.

As notícias e fatos postados na web tomam vida e circulam numa velocidade impressionante. Isso muitas vezes fruto do trabalho de pesquisa e da dedicação de pessoas que se esforçam ao máximo para levar algo consistente e de bom nível aos leitores em geral.

E nessa barca que os parasitas tomam sua carona, pessoas que pouco participam, não comentam, não visitam blogs, não votam em notícias relevantes, não possuem uma ética compatível com os bons formadores de opiniões. Na história dos povos, ditos civilizados, sempre houve o registro de pessoas oportunistas e, em nossos dias, a realidade não é diferente. 

Nos sites das redes sociais então, vemos muitas disparidades e muitos fatos desagradaveis que vão desde plágio até a formação de grupos ou quadrilhas de "parasitas".


 Há criaturas que, além de oportunistas, são também inescrupulosas. Essas são muito perigosas, pois, não seguem nenhuma regra e podem muitas vezes nos colocar em risco ou vulneráveis.



Um blogueiro tem nas mãos um grande poder de persuasão, ele pode queimar a imagem de uma pessoa ou produto facilmente, dependendo do número de pessoas que visitam seu site ou blog. Forma se uma corrente de amigos dos amigos dos amigos e rapidamente percorre o planeta.

A vida nos dá sinais de que em tudo encontarremos as duas verdades Yin e Yang. Entretanto, nem sempre estamos habilitados a eleger o nosso ambiente mais íntimo, na experiência cotidiana. Somos obrigados a conviver com os mais diversos tipos de pessoas e personalidades. Cada inteligência emite as idéias que lhe são peculiares, a se definirem por ondas de energia viva , mas, se arroja de si essas forças, igualmente as recebe, pelo que influencia e é influenciada.  

8 comentários:

Sandra F. disse...

Olá Xênia;

Esse post é muito pertinente. Concordo com ele do princípio ao fim!
Eu também não sei porque muitas pessoas decidem participar e adicionar outras. Com certeza, o intuito não é trocar informações, visitar blogs e interagir cordialmente.

Beijos.

Ebrael Shaddai disse...

Concordo com vc!

Acho o plágio e o assédio (moral, por meio de calúnias, e sexual, por pedofilia) os mais graves, sem falar das injúrias (preconceitos e discriminações) os piores tipos de conduta de pessoas sem originalidade ou como excentricidade excessiva (começo do que chamo psicopatia).

Eu, invariavelmente, sou participante de algumas redes. O Dihitt é a que mais retém minha atenção, ainda que essa atenção seja menor do que os meus amigos, como vc, merecem. POis tenho pouquíssimo tempo para conviver com meu PC diariamente (+/- 2 hrs). No Orkut, pouco vou, pois perdi o interesse, mas tbm não solicito "add" de ninguém. Idem no NetLog, MySpace e Blogblogs. NO DiHitt, apenas aceito amigos e não convido mais justamente por não ter mais como acompanhar tanta gente. Só comento os amigos mais próximos e somente notícias q considero realmente interessantes.

VC, por exemplo, não me verá pondo um comentário genérico no seu nem em nenhum outro blog, do tipo "opie e cole":

- Adorei seu post. Bjs. Até mais!!

Isso eu considero desestimulante. Comento qdo acho q tenho algo a acrescentar.

Bjs!!

Sissym disse...

Xenia, oieeee!!!!
Excelente assunto! Eu me questiono muito sobre minha participação onde estou cadastrada. Sabe, não sou capaz de dar conta de tantos sites. Portanto, andei deletando contas e sem dó. Mantenho o Orkut mais por amigos de infancia. O Myspace (que nao gosto) mantenho por causa de uns amigos musicos. Curto apenas o Facebook e o diHITT. Porém, o dihITT que toma mais a minha dedicação e não me arrependo.

Imagine que dos meus quase 1500 integrantes, conto nos dedos os realmente amigos, aqueles especiaias como voce, e como os que estão aqui neste momento coemntando. Já reparou neste detalhe....?????

Esta sua postagem coloca para fora o que tenho aqui guardado. Concordo sobre os parasitas sociais. E... eu odeio quando me pedem para seguir, votar, aderir, etc... muitas vezes assuntos que nem sei o que dizer porque não combina comigo. Eu, por exemplo, não sou a melhor pessoa para falar sobre política. Nem futebol.

Contudo, afirmo, aos meus amigos, como voce, se precisarem de uma opiniao, podem pedir, jamais nego, faço com todo carinho.

Beijinhos...

Francisco Castro disse...

Olá, Xênia!

Eu li atentamente esse seu texto, e confesso que concordo plenamente com o que você escreveu. Exsitem muitas pessoas que não acrescentam quause nada e ainda querem tirar proveito dos outros que se esforçam, pesquisam, fazem trabalhos árduos para obter dados e informações que possam engrandecer as suas publicações. Essa sua postagem foi muito bom mesmo.

Abraços

Francisco Castro

Luna disse...

Xênia,
Realmente existem muitos desses "vampiros" por aí. Eu já tive até comentário plagiado e te juro que essa eu nunca tinha visto, mas existe. Mas o que salva é que também tem muita gente boa, no diHITT por exemplo, eu com 1 mês já conheci muita gente bacana, que respeita a proposta da rede. Excelente post.
Um beijo,
Luna

Bia disse...

Excelente seu post querida,

Infelizmente isso vem ocorrendo!

Pessoas que te seguem, fazem parte de seu grupo de amigos, mais não participam, não votam e não comentam.
Quer dizer, são verdadeiros parasitas!!!!

parabéns pelo post!

Bjokas no coração,

Bia

Denize disse...

Oi Xênia,

Achei interessante este tema que você levantou. Como sou ainda nova como blogueira, ainda não entendi porque as pessoas tem tanta dificuldade de compartilhar opiniões. Eu particularmente, descobri que adoro comentar os textos dos amigos, sem a menor preocupação se os meus serão comentados ou não. Tenho observado que existe por aí algumas coisas do tipo: você comenta o meu texto e eu comento o seu, você vota, então eu também voto, você visita, aí então eu visito. Acho isto terrível. Claro que gosto de visitas, votos e comentários, mas quero que sejam reais, que sejam originados por aqueles que leram e gostaram do que leram. Não como troca de gentilezas. Perde o sentido. Isto não é compartilhar. Por isso só comento quando acho que posso acrescentar alguma coisa. Inclusive tenho achado mais agradável comentar os posts alheios do que escrever os meus, às vezes fico tão sem assunto... Mas quando leio alguma coisa que acho interessante, as idéias fluem que é uma beleza. Agora, tem um detalhe, o fator "tempo" X o fator quantidade. São tantas informações e assuntos interessantes, que é muito difícil arranjar tempo para eles. Muitas vezes leio um título que me chamou a atenção e acabo me perdendo dele. E para que a gente possa fugir do comentário básico "achei legal", há que se ler com profundidade, refletir e só depois comentar. E isso não é rápido. Por isso nem sempre temos como evitar que algum talentoso amigo fique meio abandonado. Já vi que me alonguei demais, espero pelo menos, ter contribuído um pouco. Abs Denize

Xênia da Matta disse...

Queridos amigos,
obrigada pelo carinho da atenção e por comentarem sobre um assunto que interessa a todos nós.
Bjux e muito sucesso.
Adoro vocês...