Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

domingo, 20 de setembro de 2009

Dicas para economizar água no seu dia a dia


No jardim ou no quintal, economize água nas tarefar do dia a dia


Tente lavar o carro com  baldes de água, pois assim são economizados mais de 300 litros de água a cada lavagem.


O horário da rega influi na economia de água. No jardim e nos vasos de planta da janela ou da varanda, é melhor regar à tarde ou à noite, para evitar que a água evapore depressa demais por causa do calor.


Em épocas de seca, não é necessário regar o gramado que amarelou, porque ele não está morto, apenas inativo. Quando as chuvas voltarem, a cor verde retornará.


Quando aparar a grama, não a corte muito rente. A altura indicada é entre 5 cm e 8 cm. Assim, as raízes se mantêm saudáveis e a umidade fica retida. Não varra a grama cortada nem recolha as folhas secas. Elas ajudarão a conservar a umidade.


Você está cultivando um jardim? No horto, quando for comprar plantas, prefira espécies nativas, que se adaptam melhor ao clima e, portanto, precisam de menos água.


Ao usar aspersores, só os instale em lugares onde a água é necessária. Tome cuidado para a torrente de gotas não cair sobre pedras, por exemplo.


Lave a calçada, o quintal e a garagem com escova ou vassoura e  baldes de água. Não use mangueira.



Consuma produtos que não promovam a derrubada indiscriminada de árvores e florestas, pois são elas que retêm e conservam a água de que necessitamos. Na hora das compras, procure indicações de empresas ecológicas.


Vai lavar roupa? 


Junte o máximo de peças que puder. Só use a máquina com carga total, para não desperdiçar água. Além disso, há modelos que permitem usar menos água.


Outro dado: Não use apenas a força da água para lavar, porque assim gastará mais água. É melhor fazer um pouco de esforço com escovas, esfregões e panos para eliminar a sujeira e poupar o líquido vital.


O bom encanador (profissional ou não) é um dos melhores amigos da economia de água. Conserte imediatamente os vazamentos da casa. Além disso, avise à autoridade responsável qualquer vazamento na rua.


Fechou bem as torneiras da casa?
 Tem certeza de que nenhuma está pingando?


Abriu a torneira e vai esperar a água sair quente? Tenha sempre um balde por perto. Use-o para recolher a água fria que sai primeiro e depois aproveite-a para regar as plantas, lavar ou limpar.


Quando se hospedar num hotel, veja se há a opção de não trocar os lençóis toda noite, exatamente para poupar água. Caso você se hospede num lugar que ainda não segue essa regra, sugira-a.


Em algumas academias, são oferecidas duas toalhas para se usar durante os exercícios. É provável que você só precise de uma; mas, ao aceitar as duas, ambas terão de ser lavadas. O gasto de água vai dobrar, multiplicado por todos os clientes do estabelecimento!



Não poluir também é poupar


Nunca jogue no vaso sanitário nem no esgoto gasolina, ácidos ou solventes. Tudo isso envenena a água e as espécies que nela vivem. (Lembre-se de que todos os rios vão dar no mar.)


O papel higiênico nunca deve ser jogado no vaso sanitário. Ponha uma cestinha de lixo no banheiro. Além do incômodo que é um vaso entupido, o excesso de celulose na água mata os peixes.


Biodegradável significa que o produto consegue decompor-se por ação biológica. Isso quer dizer que o tempo e as reações químicas dessa substância são favoráveis ao meio ambiente. Quem utiliza produtos biodegradáveis usa menos água para enxaguar. Além disso, esses produtos não contêm fosfatos, que são muito poluentes. Leia os rótulos e veja se os produtos que você compra são biodegradáveis. Ou compre-os em lojas de produtos naturais.
Não compre produtos que contenham formaldeído e metanol. Eles são extremamente perigosos para a saú de e prejudicam toda a cadeia de seres vivos.


Não use fertilizantes químicos no gramado, pois a grama precisará de mais água se crescer demasiadamente. Além disso, esses produtos envenenam a terra e a água, e matam a flora e a fauna do lugar.



Na cozinha...




Sabe quanta água desperdiça quem deixa a torneira aberta enquanto lava a louça?
É possível gastar 120 litros de cada vez. O melhor é deixar a louça de molho antes, num balde ou bacia, e depois ensaboar e enxaguar na pia cheia de água limpa, sem abrir a torneira.


Quando lavar as verduras, encha uma bacia larga e lave de uma vez só tudo o que será consumido.
No Brasil, a média do consumo diário de água por pessoa, em 2004, era de 132 litros, segundo levantamento do Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento (SNIS), do Ministério das Cidades. É possível reduzir esse número verificando o estado das torneiras e consertando qualquer vazamento.


Vai cozinhar hortaliças? Use o mínimo de água possível. Assim, além de economizar, o sabor e o valor nutritivo dos alimentos são mantidos.




No banheiro, o máximo cuidado para não desperdiçar água



Em todos os lares do mundo, o maior desperdiçador de água quase sempre é o vaso sanitário. Toda vez que se dá descarga, perdem-se quase 10 litros de água. 


Como podemos poupar? Uma das possibilidades é trocá-lo por outro de baixo consumo. (A descarga normal tem uma vazão de 16 litros, mas existem as de baixo consumo com vazão de seis litros.) 


Se essa substituição não for possível, ponha duas garrafas cheias de água dentro da caixa de descarga. Isso vai reduzir a quantidade de água usada (o consumo cairá uns quatro litros) e a eficiência não será afetada.
Fique sempre atento ao estado das instalações da descarga do banheiro para evitar que haja vazamento no vaso sanitário. Um truque infalível é pingar algumas gotas de corante vegetal na caixa de descarga. Se a água do vaso ficar colorida, é sinal inequívoco de que há perda de água.


Você desafina horrivelmente no chuveiro? Está perdoado, desde que feche a torneira enquanto se ensaboa.
Ao escovar os dentes, feche a torneira e só  enxágue a boca;  lave a escova. Assim, é possível economizar mais de 60 litros por dia.




Não faça a barba durante o banho. Está provado que assim se gasta muito mais água do que quando se faz a barba fora do chuveiro.


Nunca deixe a água correndo enquanto lava as mãos ou o rosto. Tampe o ralo e encha a pia só com a quantidade que vai usar. Se quiser água morna, não a deixe correndo até esquentar: tampe o ralo, guarde a água fria que saiu e, quando a água quente chegar, amornará a outra.






Dados curiosos que suscitam ainda mais respeito pela água


Sem água, ninguém poderia comer, porque não poderíamos molhar os alimentos com saliva. Também não poderíamos respirar sem umidade nos pulmões. E o sangue não levaria nutrientes para onde são necessários no corpo.


Nos Estados Unidos, no Canadá, na Austrália, na Nova Zelândia, no Japão e na Europa Ocidental, a água da torneira é potável.


São necessários cerca de 23 litros de água para cultivar um pé de alface. Para se obter uma porção de filé bovino, são necessários mais de 9 mil litros.


Produzir a edição de domingo de um jornal diário mediano exige cerca de 568 litros de água.


Parece não haver relação, mas o que a água tem a ver com as bicicletas? São necessários 1.817 litros de água para produzir o aço usado em sua fabricação.


Uma lâmpada fluorescente só contém 0,01% de seu peso em mercúrio, mas pode contaminar 30 mil litros de água.


Para se cultivar uma tonelada de trigo, são necessárias mil toneladas de água.


Para se obter um litro de gasolina a partir do petróleo, podem ser necessários até 10 litros de água.
Cultivar a alimentação diária de um adulto médio exige 24 mil litros de água.


Para se fabricar um jogo de pneus são usados 7.853 litros de água.


Quando estamos de 4% a 3% desidratados, nosso desempenho físico cai 22%.


Uma bétula (árvore de clima temperado) emite para a atmosfera 256 litros de água por evaporação.


Uma perda de 3% a 5% de água do organismo causa dor de cabeça, náusea e enjoo.


A perda de 7% pode causar alucinações e inconsciência.




Quanta água seria poupada ao se:


Consertar os vazamentos - 9%


Aumentar as tarifas - 10%


Instalar aparelhos economizadores - 10%


Adotar a reutilização - 25%


Adotar medidas em casa - 50%



3 comentários:

DAS disse...

Ótimas dicas!
O curioso - e triste! - é que algumas todos sabem, mas apenas uma parcela das pessoas se preocupa em fazer essa economia!

Abraços!
DAS

Professora Ismaelita disse...

dicas importantes como estas sempre serão bem vindas,parabéns.Gostei!

Drauzio Milagres disse...

Um procedimento muito interessante para os grandes centros é a instalação de um hidrometro para cada apartamento nos prédios residenciais. Um abraço. Drauzio Milagres.