Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

É correto afirmar que irmãos gêmeos não devem ficar na mesma sala de aula?

Sim. O ideal é que eles freqüentem espaços diferentes porque a escola é um lugar de construção de relacionamentos, onde ocorrem a formação do sujeito e o exercício de valores. É o local em que o ser humano aprende a lidar com sucessos e frustrações e conviver em grupo. Com tantos aspectos importantes e substancialmente individuais, fica difícil construir uma identidade própria com alguém do mesmo núcleo familiar e muito parecido fisicamente: as comparações entre um e outro serão constantes. A constituição como um ser único e pleno somente vai ocorrer de forma particular se os gêmeos estiverem em turmas diferentes. As experiências de cada um deles serão realmente exclusivas, principalmente na infância, etapa da vida recheada de sentimentos e lembranças. 

Vestidos de igual, sentados lado a lado na carteira da escola, a frequentar a mesma actividade desportiva, a brincar com brinquedos idênticos. É muito frequente ver os gemeos embrulhados nesta redoma da semelhança, com os pais, família e educadores a apostarem tanto nas parecenças entre as crianças que acabam por descurar as características individuais de cada um. Porque mesmo quando um parece o espelho do outro, os temperamentos e interesses podem ser diferentes.

“Cada gemeo deverá crescer como indivíduo, capaz de funcionar independentemente do outro, ainda que valorizando o relacionamento com ele”, defende Isabel Seara, vice-presidente do Grupo Gémeos. A mensagem desta associação a todos os adultos que rodeiam as crianças gemeas é a de estimular a individualidade e estabelecer claramente as diferenças entre os bebes desde o nascimento

Usar roupas distintas, ou pelo menos de cores diferentes, ter brinquedos diversos ou dormir em berços separados são alguns dos conselhos da responsável do Grupo Gemeos. Para Isabel Seara são “estes pequenos gestos do cotidiano” que marcam a diferença no estímulo da individualidade. 

Cabe aos pais fazerem desta recomendação uma regra e transmitirem-na aos diversos adultos que desempenham um papel na vida das crianças gémeas.


Nenhum comentário: