Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

domingo, 13 de setembro de 2009

Polêmica - Hamas e a Pedofilia: Casamentos de meninas de 4 anos com noivos de 25 à 30 anos



Tenha estômago e veja algumas das histórias mais nojentas de abuso infantil,torturas e sodomização do mundo vinda do fundo dos esgotos de Gaza: os casamentos pedófilos do Hamas que envolvem até meninas de 4 anos. Tudo com a devida autorização da lei do islamismo radical.

O evento de gala infernal ocorreu em Gaza. O Hamas foi o patrocinador de um casamento em massa para 450 casais. A maioria dos noivos estava na casa dos 25 aos 30 anos; a maioria das noivas tinham menos de dez anos.



Mahmud Zahar, um dos líderes do Hamas, falou aos noivos : "Nós estamos felizes em dizer a América que vocês não podem nos negar alegria e felicidade". 

Cada noivo recebeu 500 dólares de presente do Hamas. As meninas, garotas na pré-puberdade, que estavam vestidas de branco e adornadas com maquiagem excessiva, receberam bouquets de noiva.




"Nós estamos oferecendo este casamento como um presente para o nosso povo que segue firme diante do cerco e da guerra", discursou o homem forte do Hamas no local, Ibrahim Salaf.

Centro Internacional Para Pesquisas Sobre Mulheres estima agora que existam 51 milhões de noivas infantis vivendo no planeta Terra e quase todas em países muçulmanos.

Quase 30% destas pequenas noivas apanham regularmente e são molestadas por seus maridos no Egito; mais de 26% sofrem abuso similar na Jordânia.

Todo ano, 
três milhões de garotas muçulmanas são submetidas a mutilações genitais, de acordo com a UNICEF. A prática ainda não foi proibida em muitos lugares da América. 

New York Times postou uma notícia semelhante. Segundo ela, as noivas teriam mais de 16 anos, e as crianças seriam apenas damas-de-honra. O interessante é que a foto do artigo mostra os noivos e as "damas-de-honra", mas não as noivas vestidas de preto.



Essa daí é a tal foto. Cadê as noivas então?! Porque só aparece os homens e as meninas?
Se as noivas todas teriam mais de 16 anos e não aparece nenhuma?

WorldNetDaily fica em cima do muro, mas mostra a versão do Hamas negando tal notícia.
No entanto, mais uma vez, não há nenhuma foto das noivas maiores de 16 anos, só a entrada dos homens com as crianças.

A prática da pedofilia teria base e apoio do islã, pelo menos a sua leitura mais extrema e radical. O livro Sahih Bukhari (além do Corão, outra das fontes de grupos como o Hamas) em seu quinto capítulo traz que Aisha, uma das esposas de Maomé teria seis anos quando se casou com ele e as primeiras relações íntimas aos nove. O período de espera não teria sido por conta da pouca idade da menina, mas de uma doença que ela tinha na época. Em compensação, Maomé teria sido generoso com a menina: permitiu que ela levasse todos os seus brinquedos e bonecas para sua tenda.

Mais ainda: talvez o mais conhecido de todos os clérigos muçulmanos deste século, o Aiatóla Komeini, defendeu em discursos horripilantes a prática da pedofilia:

Um homem pode obter prazer sexual de uma criança tão jovem quanto um bebê. Entretanto, ele não pode penetrar; sodomizar a criança não tem problema. Se um homem penetrar e machucar a criança, então ele será responsável pelo seu sustento o resto da vida. A garota entretanto, não fica sendo contada entre suas quatro esposas permanentes. O homem não poderá também se casar com a irmã da garota... É melhor para uma garota casar neste período, quando ela vai começar a menstruar, para que isso ocorra na casa do seu marido e não na casa do seu pai. Todo pai que casar sua filha tão jovem terá assegurado um lugar permanente no céu.

Para finalizar a discussão e mostrar os abusos cometidos, o vídeo abaixo traz informações sobre espancamentos realizados contra meninos no mundo muçulmano para "estudarem melhor" - que incluem açoitamentos - escravidão de menores e a venda de meninas de 8 anos ou até menos como noivas no Sudão e em outras países da região. Tudo, com carimbo do islã radical:
Esta é a história que a mídia não conta, que o mundo se cala e não quer ver, ou que não querem que você saiba.
Mas agora você está ciente, não tem mais jeito! Vai ficar calado? Cobre dos veículos de mídia, aja, tenha você também atitude!
 Se você não fizer nada, ninguém poderá salvar estas vítimas inocentes do inferno do Hamas e similares.
Repugnante! Nojento! E por favor: não venham com  discursinho de "relativista cultural" , porque aqui ele não vai colar. A ética abolutista não é posta à prova mediante nossas crenças ou ações, ela é medida pelas nossas reações. Portanto, à menos que você esteja disposto a admitir que permitiria (e faria gosto!) de que um desses pedófilos tarados estuprassem a sua filha de 4 aninhos, você deve fazer a sua parte, denuncie, divulgue, não aceite isso calado.
Saiba mais um pouco sobre o Hamas



O Hamas (em árabe: حماس, transl. Ḥamās, acrónimo (Sigla) de حركة المقاومة الاسلامية, Ḥarakat al-Muqāwamat al-Islāmiyyah, cujo significado é "Movimento de Resistência Islâmica") é uma organização paramilitar e partido político sunita palestino que mantém a maioria dos assentos no conselho legislativo da Autoridade Nacional Palestina.

O Hamas foi criado em 1987 pelos Xeques Ahmed Yassin, Abdel Aziz al-Rantissi e Mohammad Taha da ala palestina da Irmandade Islâmica no começo da Primeira Intifada. Notório pelos seus ataques suicidas e outros ataques sobre civis e as forças armadas israelenses, o Hamas também mantém extensivos programas sociais e ganhou popularidade na sociedade palestina ao estabelecer hospitais, escolas, bibliotecas e outros serviços através da Cisjordânia e Faixa de Gaza.

 A Carta Fundamental do Hamas exorta à recaptura do Estado de Israel e sua substituição pela República Islâmica Palestina na área que hoje é conhecida internacionalmente como Israel, a Cisjordânia e a Faixa de Gaza. O Hamas desceve seu conflito com Israel como político e não religioso ou antissemita. Entretanto, sua carta fundamental, escritos e muitas de suas declarações públicas refletem a influência de teorias conspiratórias antissemitas.

A ala política do Hamas ganhou várias eleições democráticas locais em Gaza, Qalqilya, e Nablus. Em janeiro de 2006 o Hamas, em uma vitória surpreendente, observada por entidades internacionais, levou 76 dos 132 assentos nas eleições parlamentares palestinas, enquanto que o partido que liderava anteriormente, o Fatah, ganhou apenas 43. Muitos viam o governo anterior do Fatah como corrupto e ineficiente e os partidários do Hamas enxergam nele um movimento de resistência armada que defende os palestinos da ocupação israelense. Desde a vitória nas eleições do Hamas, brigas internas particularmente acentuadas têm ocorrido entre o Hamas e o Fatah.

Depois da Batalha de Gaza em 2007, representantes eleitos do Hamas foram expulsos de suas posições no governo da Autoridade Nacional Palestina na Cisjordânia e substituidos por membros do rival Fatah e independentes em uma ação que muitos palestinos e outros especialistas consideraram ilegal. Em 18 de junho de 2007, o presidente palestino Mahmoud Abbas (Fatah) decretou a ilegalidade da milícia do Hamas.

O Hamas é listado como organização terrorista pelo Canadá,União Européia, Israel, Japão e Estados Unidos e banido pela Jordânia. Austrália e Reino Unido listam somente a ala militar do Hamas, as Brigadas de Izz ad-Din al-Qassam, como organização terrorista. Os Estados Unidos e a União Européia têm implementado medidas restritivas contra o Hamas a nível internacional.



11 comentários:

Sandra F. disse...

Nogento! Asqueroso! Deprimente! Um crime!
Sabe, meu filho tem 4 anos, a mesma idade de muitas dessas meninas. Meu Deus, como uma garotinha nessa idade pode se casar? É impressionante a falta de amor ao próximo, isso deveria ser independente de cultura.
Beijo.

Ebrael Shaddai disse...

É sórdido demais!!! Deixa eu ir lá vomitar!!
(...)
É uma cambada de filhos de uma cadela sarnenta mesmo!! Pq alguém assim não aparece aqui em casa hem?? Aparece pra ver, aparece sarneto!!

Tem q denunciar mesmo e te parabenizo pelo uso tão digno de seu espaço!!

Bjs!!

seven disse...

Essa é mais uma atrocidade praticada pelo homem, motivados pelas suas ideias fundamentalistas, crenças religiosas e total insanidade, que agem de forma cruel, violando a inocência dessas crianças, as quais não tem ninguém que possam protege-la, totalmente esquecidas pelo resto do mundo, que manifestam-se na grandes mídias, tratando apenas do lado politico conflituoso que nunca cessa nessa região, talvez esse tipo de notícias seja mais atrativo comercialmente para as grandes redes de comunicação, que ao deixarem de veicular essas crueldades impostas a essas crianças, terminam sendo cúmplices.

Sabemos que esse fato não irá acabar no curto espaço de tempo, mas, tenho certeza de quanto mais gente tomar ciência dessa mazela, poderá haver uma esperança para nossas crianças.

Erivan Cerqueira
http://raiai.com.br

INGRID disse...

ISSO É MENTIRA! É UM SPAM!

O CASAMENTO ACONTECEU, SIM, MAS ESSAS MENINAS ERAM AS DAMAS DE HONRA!

O MAIS INTERESSANTE É A QUANTIDADE DE JUDEUS QUE SE REGOZIJAM COMENTANDO...

ESSE ÓDIO ENTRE JUDEUS E PALESTINOS FAZ COM QUE AS PESSOAS FIQUEM CEGAS!

MAS NINGUÉM FALA DAS ARMAS ISRAELITAS QUE APARECERAM EM HONDURAS...

Vera Lucia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vera Lucia disse...

Isso é nojento! absurdo! Acho isso terrivel, não há nada que possamos fazer para que isso tem fim? pois o sofrimento dessas mulheres já começam na infância, vejam isso! Oque será dessas menininhas mais tarde. Meu Deus! não podemos enviar abaixo assinadas e pedir apoio para outros países que discordam dessas malditas culturas que prejudica os seres humanos e principalmente os incapazes de se protegerem? odeio essa coisa de culturas. Faço um apelo que faça-mos alguma coisa. Estarei enviando este site para todos os meus amigos e conhecidos, para que todos saibam oque acontece neste mundo. Estou chocada! Beijos

Quevedo disse...

Não se provas até agora, que essas meninas eram noivas desses casamentos pedófilos.Falou-se muitas coisas absurdas sobre o Hamas, mas esquece que (eles) vivem em um campo de consentração sem muita opção de direitos e liberdade. Falar é fácil, mostrar uma imagem e dar crédito deturpado e mais fácil ainda quando se tem Judeus interessados na opinião pública mundial.Próprios jornais WorldNetDaily e o New York Times negaram a notícia e foi provado que a idade das noivas são de no minimo 16 anos. Como sempre querem manipular a opinião pública em favor dos mais privelegiados

£ö®ð ß&ñ&ƒå¢†ö® disse...

ISSO É MENTIRA! É UM SPAM!

O CASAMENTO ACONTECEU, SIM, MAS ESSAS MENINAS ERAM AS DAMAS DE HONRA!
Estou com INGRID ==>

O MAIS INTERESSANTE É A QUANTIDADE DE JUDEUS QUE SE REGOZIJAM COMENTANDO...

ESSE ÓDIO ENTRE JUDEUS E PALESTINOS FAZ COM QUE AS PESSOAS FIQUEM CEGAS!

MAS NINGUÉM FALA DAS ARMAS ISRAELITAS QUE APARECERAM EM HONDURAS...

£ö®ð ß&ñ&ƒå¢†ö® disse...

UM SPM

UM SPAM

SPAM

UMA MENTIRA PAA DESMORALIZAR O POVO PALESTINO !!!

£ö®ð ß&ñ&ƒå¢†ö® disse...

PORQUE NÃO COMENTAM AS ATROCIDADES EFETUADAS PELOS JUDEUS CONTRA O POVO PALESTINO ...

Claudia Mioto disse...

Que homens nojento, não pensam no ser humano, deveriam ter o pinto cortado e a cabeça tambem.
Isso é nojento tem que ser mostrado, pra ficarmos cientes de tudo que acontece no mundo.
Mas Deus a de fazer Justiça.