Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Enxugar Lágrimas



Imagem do Rio Grande em Sacramento - MG




Por mais que se diga que a morte faz parte do ciclo da vida, sempre temos a impressão de que ela chega cedo demais, surpreendendo nossos sentimentos e atitudes, nossa vida toda.
Por mais que se diga que a morte não mata o amor, quando a separação física acontece e sem a possibilidade de retorno, nossa sensibilidade estremece e precisamos da ajuda dos amigos.
Por mais que se diga que a alma é imortal e a vida continua, quando temos que devolver ao Céu uma pessoa querida, nossos sentimentos tão humanos afloram confusos em variadas gamas.
Sei que você acredita, sim, na vida eterna, acredita que Deus é Pai e nós somos filhos amados... mas você precisa de um tempo para se adaptar a esta nova fase da vida, sem aquela pessoa querida  que lhe deixou  bens genéticos, espirituais, culturais e materiais.
Que Deus acolha seus sentimentos e suas preces feitas de silêncio e lágrimas! Que Deus ilumine você e a cada um de sua família nas decisões que devem tomar e que as bênçãos do Céu sejam ainda mais abundantes!
Que a saudade, a tristeza, raiva, o medo e a insegurança sejam apenas o paciente prenúncio de um revigorar na fé, na compreensão da vida, na esperança e no amor!
Que possa chorar o tempo, enquanto descobre as razões para enxugar suas lágrimas! Cristalinas e silentes, elas são preces que sobem ao Céu, orvalhando os caminhos percorridos, lavando lembranças, purificando a alma.
Ensine sua SAUDADE a abraçar a ESPERANÇA de um encontro feliz e esteja atenta para receber os PRESENTES que vêm do CÉU!
Que você tenha sonhos lindos e que a realidade acolha a sua dor e lhe devolva flores de SERENIDADE e PAZ!
Ir. Zuleides de Andrade, ASCJ
Curitiba - PR

4 comentários:

Sandra F. disse...

Que post lindo! É muito difícil suportar a saudade causada pela distância quando a morte separa. Só o tempo para confortar nosso coração, mas dói e muito por mais que o amor continue sempre lá.
Jamais esquecemos de quem parte, mas aos poucos, nosso coração vai sendo confortado e a vida segue seu curso.
Bjs.

Desvendando o segredo dos Blogs disse...

Muito bonito. A morte muda as pessoas e a forma como elas encaram a vida.

Rosana Madjarof disse...

Xenia, minha amiga...

Me emocionei ao ler esse texto, pois me encontrei dentro dele, com a saudade imensa da filha que partiu, mas também com a esperança e a fé renovada, pois sei que nosso reencontro acontecerá um dia.

A separação dói muito, pois somos seres humanos imperfeitos, e desejosos se sentir o calor, o cheiro, o beijo, o abraço, a voz, o carinho da pessoa amada que apenas partiu antes de nós.

A separação é momentânea e sabemos disso, mas é preciso ter muita força, fé, coragem e resignação para aceitar essa separação.

Eu sempre digo que a saudade é minha, e ninguém vai poder tirá-la do meu coração de mãe, mas ninguém precisa me ver choramingando pelos cantos, pois meu rosto tem que estar sorrindo sempre.

Adorei seu post amiga.

Parabéns!

Beijos no coração.

Rosana.

Sissym disse...

POr muito anos chorei pela perda de meu pai, hoje, a saudade, é doce... um dia o reencontrarei.