Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

domingo, 22 de novembro de 2009

Casamento: MAIS QUE UM FERRARI



Ao empreender uma viagem, escolhe-se o transporte adequado de acordo com as intempéries que se irá enfrentar. Um bom sistema de iluminação e sinalização anti-neblina; sistema de aquecimento ou refrigeração para manter agradável o ambiente interno seja em nevascas ou em calor escaldante; sistema de suspensão adequado e tração nas quatro rodas para terrenos esburacados e enlameados.

O casamento é uma viagem sem retorno por terrenos acidentados, razão pela qual os cônjuges têm que estar também devidamente equipados e virtuosamente qualificados.

O que são qualidades senão virtudes e bons hábitos que de início podem custar esforço, mas que quando entram em nosso sangue são aditivos que nos potencializam a grandes empreendimentos!! Que bons hábitos conclamam a vida conjugal, senão a sinceridade, generosidade e flexibilidade!

Estas três não são as únicas qualidades que temos que lutar para adquirir, mas são fundamentais no relacionamento a dois.

Sistema de iluminação: a sinceridade supõe que cada um é capaz, primeiramente, de captar a própria realidade... a sua e a do outro. E se esforça por querer manifestar ao cônjuge, no momento oportuno, o que faz, o que vê, o que sente, o que pensa.

Quando se falsifica a realidade, o que se aporta na vida a dois perde valor. E muitos o fazem inconscientemente por não se esforçarem por se auto conhecerem por dentro, para serem honestos consigo mesmos, para terem ações e palavras consistentes e para estarem dispostos a se abrir, a se comunicar com o outro.

Se não escolhemos o momento adequado, nossas palavras podem se perder aos quatro ventos por encontrar o receptor distraído, disperso em atividade paralelas ou inapto para recebê-las. Podem nossas idéias ser adicionalmente mal interpretadas se não nos preparamos para comunicá-las, o fazemos com precipitação, impacientes, ou afetados pela emoção.

Sistema de refrigeração: para manter o ambiente familiar nas condições ideais de temperatura e pressão, a generosidade. Relaciona-se com a sinceridade à medida que comunica e atua desinteressadamente a favor da outra pessoa, tendo em conta a necessidade do outro e não as próprias, e o quanto aquela comunicação será útil para que a relação a dois se fortaleça.

Parte do que se entrega e se comunica diz respeito à intimidade própria e a do casal. O pudor e a prudência são qualidades que capacitam ao cônjuge a valorizar adequadamente esta intimidade, e a entregá-la delicadamente e no momento adequado.

Sistema de suspensão: a flexibilidade é a virtude que permite a cada um adaptar-se às necessidades do cônjuge e às diversas circunstâncias, sem abandonar as convicções fundamentais próprias.

Não se trata de um anular-se continuo frente à vontade do outro, mas sim da adaptação e flexibilização contínuas e criativas, para viabilizar a complementaridade da vida a dois. Trata-se de sermos tolerantes com o que é trivial, com o dia a dia, sabermos dar tempo ao tempo, mantendo e cultivando os valores fundamentais da vida a dois.

A sinceridade, a generosidade e a flexibilidade são a base para o bom relacionamento, e seu aprendizado é dinâmico. O exercício contínuo nos fará mais habilidosos, não apenas nestas, mas nas demais qualidades e virtudes que a partir destas provêem ou que trabalham entremeados a elas. Cada um de nós pode, de fusquinha, chegar a ser um Ferrari para o cônjuge, e se assim o for, estará se reafirmando preciosidade de valor incontestável.





3 comentários:

Isabel Ruiz, disse...

Gostei muito do seu texto, e posso dizer que depois de quase 30 anos de casada, concordo com você em gênero, número e grau.
Sei que meu casamento ainda é uma viagem maravilhosa porque tanto eu quanto meu marido afirmamos constantemente para quem quiser ouvir que começaríamos tudo outra vez, se preciso fosse... (isso ainda vai dar música rsrsrss).

Rosana Madjarof disse...

Pois é Xênia!!!

Mas mesmo depois de um casamento desfeito, ainda podemos continuar dirigindo uma Ferrari...

Muito legal p seu texto.

Bjs.

Rosana.

Luciane Lira disse...

Muito interessante o texto!!
Meus parabéns...
Fiquei até inspirada em adquirir uma Ferrari dessas, agora que conheci os sistemas principais.
bjs.