Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

sábado, 19 de dezembro de 2009

Dicas Caseiras contra várias doenças





Geralmente todos os ingredientes que aqui serão passados são encontrados em mercados populares, mercados típicos de ervas, outros nos próprios supermercados de bairro encontra-se 

Segue a Lista.. 

Colesterol 
O poder da alcachofra em aumentar a fabricação da bílis, líquido que atua como um detergente no organismo e auxilia na quebra das gorduras durante a digestão, faz dela um aliado no tratamento do colesterol alto – um tipo de gordura produzida pelo fígado, transportado pelo sangue que, em excesso, aumenta o risco de ataque cardíaco e mesmo de derrame. 

O poder terapêutico da alcachofra na fabricação da bílis é reconhecido pelo Ministério da Saúde. A berinjela e o feijão são alimentos relacionados à diminuição do chamado colesterol ruim (LDL). 

Enxaqueca 
Segundo o médico Alexandre Feldman, autor do livro Enxaqueca, a pimenta é uma aliada na luta contra esse mal. A substância química que dá a ela o caráter ardido possui propriedades benéficas à saúde. 

O alecrim alivia os espasmos doloridos e auxilia na redução das dores de cabeça. Seu óleo essencial tem o poder digestivo – o que significa que ele diminui a ação das enxaquecas que têm origem digestiva. 

Entre outros aliados naturais comumente usados no combate dessa doença crônica que atinge 30 milhões de brasileiros – e muitas vezes afeta o seu desempenho – podemos destacar: cebola, guaraná e anis. 

Estresse 
O maracujá, o mulungu (planta da família do maracujá) e o tomilho são considerados coadjuvantes no combate ao estresse. Se forem usados sozinhos, claro, o poder de cada um deles diminui sensivelmente. Ou seja, eles devem ser combinados a outras medidas – como atividade física e alimentação saudável – que auxiliam na prevenção desse mal que causa insônia, ansiedade, nervosismo, perda da libido e muitos outros sintomas que debilitam a saúde. 

Fadiga mental e física 
A ação revigorante do guaraná e da erva bênção-de-deus, coloca essas duas plantas numa posição de destaque entre todas as outras opções oferecidas pela natureza na prevenção desse mal – que tem como principais sintomas dor de cabeça, memória fraca, dificuldade de concentração, moleza física e cansaço mesmo após o sono, entre outros. 

Hipertensão arterial 
A qualidade depurativa da erva sete-sangrias faz dela uma boa aliada no combate à pressão alta – doença que pode causar lesões em diferentes órgãos do corpo, como cérebro, coração, rins e olhos. 
O poder diurético da pêra e a ação calmante da pitanga também são opções na guerra contra essa temível doença. 

Insônia 
Por serem relaxantes, a erva-cidreira (também conhecida como melissa) e a alface atuam em dois “tipos” de insônia: a situacional, que atinge pessoas que passam por dificuldades ocasionais e o distúrbio do sono provocado por doenças psicofisiológicas como depressão. 

Nervosismo 
A ação calmante da erva-cidreira faz dela a planta medicinal medicinal mais conhecida que existe. Quem em algum momento da vida não teve de se socorrer dela para não explodir e suportar heroicamente uma situação de risco? 

Mas verdade seja dita: a erva-cidreira não está sozinha nesta luta. A maçã e a pata-de-vaca são dotadas também de um importante aspecto relaxante. 

Obesidade 
O alto poder diurético das folhas do abacateiro faz com que elas sejam reconhecidas como auxiliares na perda de peso. 

A centella asiática, por acelerar o fluxo sangüíneo e permitir a liberação de gordura, é considerada uma forte aliada na eliminação de gorduras do corpo. 

Tabagismo 
Seria maravilhoso se houvesse uma planta capaz de acabar com o vício da nicotina, não é mesmo? Com isso não existe, as plantas medicinais são usadas para atenuar a ação avassaladora que o cigarro provoca nas vias respiratórias. 

Vale ressaltar, no entanto, que a ação das flores de bananeira e da erva tanchagem (também conhecida como sete-nervos), muito usadas nas inflamações respiratórias, não tem o poder de restituir plenamente a saúde do pulmão maltratando por quem ainda continua fumando. 

Acne, eczema e seborréia: 
Bardana – Coloque 2 colheres (sopa) de folhas frescas fatiadas em uma xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Coe e acrescente 1 colher (chá) de mel e 3 gotas de própolis. Deixe ficar morno e aplique no local afetado, em forma de compressas, até duas vezes ao dia. 

Anemia, falta de apetite e gastrite: 
Losna – Coloque 1 colher (sobremesa) de folhas e flores picadas em 1 colher (chá) de água fervente. Abafe por 15 minutos e coe. Tome uma xícara (chá), duas vezes ao dia, antes das principais refeições. 

Ansiedade, dor de cabeça e nervosismo: 
Erva Cidreira – Coloque 1 colher (sobremesa) de ramos e folhas bem picados em um xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe e espere amornar. Tome uma xícara pela manhã e outra à noite. 

Colesterol: 
Alcachofra – Coloque 1 colher (sopa) de folhas picadas em um recipiente com 1 xícara (chá) de folhas picadas em um recipiente com 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara de duas a três vezes ao dia – antes das principais refeições. Atenção: a alcachofra é diurética. 

Berinjela – Ferva 1 fatia da casca crua por 5 minutos em 1 xícara (chá) de água. Tire do fogo e abafe por 15 minutos. Coe e tome uma xícara duas vezes ao dia. 

Cólicas menstruais: 
Artemísia – Coloque uma colher (sopa) de folhas e flores bem picadas em 1 xícara (chá) de água fervente. Cubra, deixe esfriar e coe. Tome uma xícara ao dia, uma semana antes de início previsto da sua menstruação. 

Diarréia: 
Abacateiro – Ferva por 10 minutos 2 colheres (sopa) de folhas da abacateiro picadas, 2 colheres de folhas de pitangueira picadas e 2 colheres (sopa) de folhas de goiabeira picadas. Coe e espere esfriar um pouco. Tome um copo após cada evacuação. 

Digestão e diarréia: 
Macela – Coloque 1 colher (chá) da inflorescência em 1 xícara (chá) e despeje água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara, morna, de manhã, em jejum, e outra 30 minutos antes das refeições. 

Dores de estômago e barriga, e insônia: 
Camomila – Adicione 1 colher (chá) de flores em 1 xícara (chá) de água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara de duas a três vezes ao dia. 

Dores de estômago e intestino: 
Hortelã – Adicione 1 colher 9sopa) de folhas picadas em 1 xícara (chá) e acrescente água fercente. Abafe por 10 minutos e acrescente 1 colher (sobremesa) de suco de limão. Tome uma xícara entre as principais refeições diárias. 

Enxaqueca: 
Pimenta – Coloque em um pilão 2 colheres (sopa) de pimentas secas picadas e com sementes. Amasse bem e espalhe o conteúdo sobre uma gaze. Aplique na nuca, em forma de cataplasma, ao sentir os sintomas. 

Alecrim – Adicione 1 colher (sobremesa) de folhas picadas em 1 xícara (chá) de água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara antes ou após as refeições. Atenção: altas doses deste chá podem provocar irritações gastrointestinais. É também estimulante: podendo alterar o seu sono. Ele não deve ser tomado durante a gravidez nem durante a amamentação. 

Estresse: 
Tomilho – Banho estimulante: Adicione 3 colheres (sopa) de folhas e flores a 1 litro de água fervente. Desligue o fogo e coe. Acrescente a mistura à água da banheira. Faça um banho de imersão por, no mínimo, 15 minutos. Não deixe a água atingir o nível do coração (peito). 

Alecrim – Banho relaxante: Adicione 3 xícaras (chá) de folhas de alecrim e 1 xícara (chá) de flores de camomila em 1 litro de água fervente. Desligue e deixe em maceração por 15 minutos. Coe e acrescente à água do banho. Tome um banho de imersão por não mais do que 15 minutos no dia.’ 

Fadiga mental e física: 
Guaraná – Adicione 1 colher (chá) de pó em um copo de água filtrada. Acrescente 1 colher (sopa) de mel ou um pedaço de rapadura. Misture bem e tome ainda em jejum. 

Bênção-de-deus – Coloque 1 colher (chá) de raízes e 1 colher (chá) de folhas, todas cortadas, em 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos e coe. Tome uma xícara de uma a três vezes ao dia. 

Gases, ressaca e má-digestão: 
Boldo – Coloque 1 colher (sopa) de folhas picadas em 1 xícara (chá) de água fervente. Abafe por 10 minutos. Tome uma xícara (chá) em jejum e outra 30 minutos antes das refeições diárias. 

Gastrite e azia: 
Erva-Doce – Adicione 1 colher (sobremesa) de fruto-semente em 1 xícara (chá) e acrescente água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara, três vezes ao dia. 

Gripe, resfriado, tosse e bronquite: 
Erva-de-Santa-Maria – coloque em uma xícara (chá), 1 colher (sobremesa) de folhas e flores picadas e acrescente água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara, adoçado com mel, de uma a duas vezes ao dia. 

Manjericão – Coloque 1 colher (sopa) de folhas e flores, bem picadas, em uma xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Adicione 1 colher (sobremesa) de mel. Tome uma xícara (chá), de manhã e outra à noite. 

Hipertensão arterial: 
Sete-sangrias – Coloque 1 colher (chá) de planta fatiada e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara de uma a três vezes ao dia. Atenção: seu uso não é indicado para crianças. 

Pêra – Descasque uma fruta, fatie e amasse bem. Adicione 1 copo de água e misture. Tome um copo, três vezes ao dia. 

Indigestão, problemas hepáticos: 
Carqueja – Coloque 1 colher (sopa) de hastes picadas em uma xícara (chá) de água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara desse chá, ainda morno, três vezes ao dia – a primeira, de manhã, em jejum, e as demais cerca de meia hora antes das principais refeições. 

Infecções bucais (afta e sapinho): 
Poejo – Coloque 1 colher (sopa) de folhas e flores bem picadas em 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Desligue o fogo e abafe por 15 minutos. Coe e adicione 1 colher (chá) de bicarbonato. Faça bochechos três vezes ao dia. 

Insônia: 
Erva-cidreira – Adicione em uma xícara (chá), 1 colher (sopa) de folhas e ramos frescos ou secos, 1 colher (sobremesa) de camomila e 1 pedaço de casca de laranja ou limão. Acrescente água fervente e abafe por 10 minutos antes de coar. Tome uma xícara à noite, meia hora antes de ir para a cama dormir. 

Alface – Coloque uma colher (sopa) de folhas picadas em 1 xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos e coe. Tome uma xícara de duas a três vezes ao dia. 

Nervosismo: 
Erva-cidreira – Coloque 1 colher (sobremesa) de ramos frescos ou secos, picados, em uma xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe, espere amornar e coe. Tome 1 xícara pela manhã e outra à noite. 

Obesidade: 
Abacateiro – Coloque 1 colher (sopa) de folhas picadas do abacateiro em 1 xícara (chá) de água em fervura. Dessligue o fogo e coe. Tome uma xícara pela manhã e outra à tarde – antes das 17h. Atenção: devido à sua forte ação diurética, não são recomendadas mais do que duas xícaras diárias – este chá pode acarretar acentuada eliminação de urina e provocar queda de pressão. 
Centela (Centella asiatica) – Coloque 1 colher (sopa) de folhas secas e picadas de centella em 1 xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe, espere amornar e coe. Tome uma xícara, 1 hora antes das principais refeições. 

Prisão de ventre: 
Cáscara-Sagrada – Coloque 1 colher (café) de pó em um copo de suco de laranja ou de mamão. Misture bem. Tome pela manhã, em jejum. 

Dente-de-leão – Acrescente 1 colher (sopa) de raízes picadas em 1 xícara (chá) de água. Deixe em maceração por 1 noite. De manhã, leve o preparado ao fogo até ferver. Desligue e coe. Tome meia xícara antes do café da manhã e outra meia xícara, também meia hora após o café da manhã. 

Reumatismo, contusões e dores musculares: 
Calêndula – Amasse em um pilão 2 colheres (sopa) de folhas frescas até adquirir uma consistência pastosa. Espalhe em um pano ou gaze bem limpos. Aplique no local afetado e cubra com um pano. Faça essa aplicação duas vezes ao dia – ou aplique antes de dormir e deixe agir a noite toda. 

Sinusite e rinite: 
Gengibre – Coloque 1 colher (sopa) de rizoma fatiado em um recipiente com 1 litro de água em fervura. Desligue o fogo. Cubra a cabeça com um pano e inale o vapor que se desprende da vasilha. Repita essa operação de manhã e à noite, antes de dormir. Atenção: procure não se expor ao sereno durante o período que estiver em tratamento. 

Suor excessivo: 
Sálvia – Coloque 1 colher (sobremesa) de folhas e flores. Picadas, em 1 xícara (chá) e com água fervente. Tome 1 xícara duas vezes ao dia. 

Suor e mau cheiro nos pés: 
Louro – Acrescente 2 colheres (sopa) de folhas picadas em 1 litro de água em fervura. Deixe ferver por 10 minutos. Coe e coloque em uma bacia, com mais água morna. Banhe os pés por 15 minutos. 

Tabagismo: 
Banana – Coloque 6 flores da bananeira em 1 xícara (café) de água. Leve ao fogo por 5 minutos. Coe e acrescente 2 xícaras (café) de açúcar cristal. Volte ao fogo até dissolver o açúcar. Tome 1 colher (sopa) de duas a três vezes ao dia. Por não conter conservante, o consumo dessa mistura deve ser rápido. 

Tanchagem (Plantago major) – Ponha 2 colheres (sopa) de folhas bem picadas em 1 xícara (chá) de água fervente. Abafe 10 minutos, espere ficar morno e coe. Faça gargarejos, de duas a três vezes ao dia. 

Tosse: 
Guaco – Coloque 2 colheres (sopa) de folhas frescas picadas em 1 xícara (chá) de água em fervura. Deixe ferver por 5 minutos. Coe e acrescente 2 xícaras (café) de açúcar cristal. Leve outra vez ao fogo brando, até que o açúcar derreta. Tome uma colher (sopa), de duas a três vezes ao dia – crianças devem tomar a metade da dose. 

Úlceras, gastrite crônica: 
Espinheira Santa – Coloque 1 colher (sobremesa) de folhas bem picadas em uma xícara (chá) e adicione água fervente. Abafe por 10 minutos. Espere ficar morno e coe. Tome uma xícara antes das principais refeições do dia. 

Varizes, inchaço nas pernas e pés: 
Hamamélis – Coloque 1 colher (sobremesa) de folhas picadas em uma xícara (chá) de água em fervura. Desligue o fogo, abafe, deixe descansar por 10 minutos e coe. Tome uma xícara duas a três vezes ao dia. 


4 comentários:

Principe Encantado disse...

Uma infinidade, muito bom saber.
Abraços forte

vovolili disse...

Olá querida amiga Xênia,

Maravilha de matéria.
Já copiei para um arquivo.
Grata por compartilhar com os amigos essa dicas todas.
Você é um anjo.
Carinhoso e fraterno abraço,
Lilian

Ebrael Shaddai disse...

Xênia,

Ótimo post!! Mesmo!! Tanto que já salvei a página!! E pra mim, que ainda fumo, foi bom conhecer mais sobre aliados contra os efeitos maléficos do cigarro.

Não tinha como não salvar: é um manual de saúde que vc nos trouxe aqui!!

Parabéns!!

Bjs!

LISON disse...

Saudações Natalinas!
Amiga Xênia,
Que Post Fantástico!

Esse é um mega post. Parabenizo-a pela pesquisa exaustiva para poder nos presentear com esta maravilha!
Favoritei e vou estudar uma a uma.
Parabéns pelo excelente Post!
Abraços farternos,
LISON.