Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Rebelde sem Causa...Como Lidar com Isso?

Lidar com adolescentes nunca é fácil. São desafios a serem superados em todos os momentos principalmente quando você se vê no papel de quem impõe limites e “estraga” a diversão deles. E em alguns casos, essa batalha diária foi proporcionada por você mesma.Você certamente teve uma criação mais rígida e com medo de cometer os mesmos erros que os seus pais cometeram na sua criação, você acaba deixando as crianças fazerem aquilo que querem. O problema é que quando elas viram adolescentes, você precisa colocar um freio nele e então começa a se dar conta de que terá que tratar com um adolescente intolerante e intratável.

O problema é que se você foi muito permissiva quando ele era criança, dificilmente vai conseguir controlá-lo depois de adolescente. Mas é claro que toda regra tem sua exceção e você não precisa continuar sendo permissiva com ele, mas saiba que vai ter que lidar com a intolerância dela.

Não basta você proibir ele ou ela de fazer algo. Os adolescentes de hoje não são iguais a você naquela época; eles são bem mais informados e não aceitam qualquer coisa que lhe é imposta. Se for proibir algo, muna-se de argumentos sustentáveis e fortes para explicar o porquê da proibição para ele ou ela. E o mais importante, seja coerente e nunca volte atrás; se proibiu algo um dia e ele pedir no dia seguinte, continue proibindo; só assim ele terá certos limites.
Você percebe que não é mais ele ou ela que deve se explicar a você e sim você explicar a ele. 

Se você não impuser limites dentro de casa, certamente ele ou ela  não terá limites fora de casa. Só que as punições do que ele faz na rua são mais severas do que as que você aplicaria dentro de casa. Nada melhor do que uma boa conversa, muita paciência e limites rígidos para o adolescente intratável até que ele perceba que não pode fazer tudo o que lhe vier à cabeça.
E não adianta você lutar contra essa fase intratável do seu adolescente. É algo natural, uma fase de rompimento entre a infância e a fase adulta. Os adolescentes têm a necessidade da auto-afirmação, e de saber que podem fazer as coisas sozinhas e por esse motivo não aceita a intervenção dos pais.

Mas ele ainda não tem a maturidade suficiente para isso, então o seu papel é sim impor limites e fazer com que ele perceba que tudo tem o seu tempo. Nada de ‘passar a batata quente’ para o seu marido, e dizer: – Peça ao teu pai!

Deverá também haver um consenso entre você o seu marido, ambos devem decidir o que é melhor para o seu filho ou filha e agirem de acordo. Se houver discordância entre você e seu marido, pode ter certeza de que seu filho ou filha irá usar isso para se beneficiar em causa própria.

É bom lembrar mais uma vez que paciência e conversa nessa fase são essenciais. Você verá que com o tempo e o amadurecimento ele, ele passará a ser uma pessoa mais tratável e menos intolerante; basta apenas que ele entenda todo o porquê dos limites e das regras.

Nenhum comentário: