Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Seis coisas que você não sabe sobre mim

Só hoje vi o MEME da minha amiga Syssim (http://masquerade-sissym-blog.blogspot.com), me convidando a compartilhar com vocês seis fatos inéditos, rrss, da minha vida. Olha, eu não quero ser dramática, mas, só me vieram a cabeça, todas as coisas pelas quais passei e que graças a Deus, e a um posicionamento muito positivo consegui superar sem magoas ou rancor da vida ou do destino. Eu me considero uma sobrevivente... Vamos retornar a minha infância então...


1- Minha mãe ficou viúva com 27 anos e 07 filhos. Seu primeiro marido suicidou se aos 33 anos. Era político, advogado, rico, e nada disso adiantou para afastá lo da depressão. Ele pediu a minha mãe antes de morrer que recorresse ao seu melhor amigo, o meu pai, que ele era uma pessoa muito boa e iria sempre auxiliá la se precissasse de alguma coisa. Bom, dessa amizade entre meus pais, nasceu um forte amor, e eles se casaram. Até parece que ia ter um final feliz, não é? Mas, não foi fácil assim. A sogra da minha mãe não aceitou o casamento, pois, seu filho único havia morrido há 2 anos apenas. E como já disse, eram ricos. então, comecei a minha vida sendo discriminada pela " Vovó Joana", que sempre presenteava minhas irmãs e irmãos com presentes caríssimos e nunca trazia nada para mim. Minha mãe renunciou a herança e passou tudo pro nome dos filhos. Ela, meu pai e todos os 08 filhos, agora comigo, viviamos do salário deles. Teve um fato marcante que nunca me esqueço que foi quando tirei essa foto abaixo. A avó Joana deu para cada uma das minhas irmãs doze pulseiras de prata indiana. Iguais a que estou usando na foto, e não deu pra mim. Eu era pequena e chorei muito. Meus pais não podiam comprar pra mim. Então, um casal de velhos, que eram nossos vizinhos, comprou pra mim e me adotaram como netinha. Foi muito bonito tê los como avós, agradeço a Deus pela vovó Belinha e vovô Belém, que fizeram de mim uma criança feliz, por que depois desse fato passei a ter avós que eram só meus também.


2- Minha primeira grande perda foi o meu avô paterno: Isaias Borges da Matta. Ele era o avô dos sonhos de toda criança, além de ser muito amoroso, atencioso, tinha uma loja de brinquedos. Eu ficava feliz só de estar com ele. E quando ele voltou para o plano espiritual, eu senti que havia perdido uma parte de mim.



3-  Bem depois disso, me casei,  tive a grande felicidade de ser mãe de 03 filhos. O Pedrinho, O Matheus e a Nathany. Foi e está sendo uma experiência única. Para mim, eles são um presente de Deus na minha vida. A foto abaixo faz um tempinho, mas,  ainda os vejo assim...



4- Em 1988, meu tio paterno  caçula,  José Luiz da Matta, perdeu a vida num acidente de carro, próximo a cidade de Ibiá. Eu era mais do que amiga dele, era como se fossemos irmãos. Ele me contava todos os segredos e eu também lhe confiava todos os meus. Até hoje sua ausência é muito intensa em mim, mesmo tendo se passado 22 anos. Só mesmo quem já perdeu o melhor amigo conseguirá dimensionar a dor que senti com sua volta ao plano espiritual.






5- Em 1995, sofri outra grande perda. Meu irmão Carlos Renato, faleceu aos 19 anos. Ele era meu irmão caçula e toda a nossa família ficou desestruturada na época. Meus pais sofreram tanto que só mesmo a mudança de crença religiosa, conseguiu trazer um pouco de refrigério para seus corações e para os nossos também.


Renato com 01 aninho

6-  Eu sei que é muita tragédia, moçada, mas, são esses os fatos que fazem de mim o que sou. Quando eu pensei que haveria uma trégua nas minhas perdas, meu irmão Ciro Inácio Cruvinel, evangélico, cantor, desapareceu misteriosamente. Era uma agonia sem fim, mas, havia esperança. Um dia, meu pai recebeu a visita de uma pessoa que relatou que ele havia sido assassinado e que estava enterrado num assentamento do MST, aqui mesmo em nosso município. Foram realizadas buscas, diligências policiais, e até o presente momento seu corpo não foi encontrado. Meus pais e toda minha família crê que ele realmente esteja morto pois, já se passaram 05 anos. Recentemente sua ex mulher, precisou que meus pais declarassem sua ausência para que ela pudesse se casar outra vez. E o juiz deferiu. Essa dúvida, é algo que consome, que queima. Sempre fica um fundo de "quem sabe"... Deus é Pai, e tudo sabe. O melhor é aceitar com respeito as vontades do Pai, pois não conhecemos todas as suas razões. Não é fácil ! A foto abaixo foi no revillon de 1998. Tem um tempinho, rrss...

Ciro, eu, meus irmãos Cícero e  Sheila.

7- Agora, chega de coisas tristes, quero dar um testemunho para todos que tiverem acesso a esse blog: DEUS VIVE E É FIEL. Muitos se lembram da enfermidade de minha mãe, no final do ano passado. Ela por todas as coisas aqui já relatadas, não merecia um final tão sofrido na UTI de um hospital. Eu, com toda humildade, todos os dias implorava a Jesus, que a trouxesse de volta a nossa casa, mesmo que fosse por um período pequeno. Eu rogava sua providência e tinha a certeza de que Ele  é o médico dos médicos e que se Ele dissesse "Levanta te Noninha e vá para casa", ela viria. E graças a bondade divina e a solidariedade dos amigos que se uniram a nós em oração, ela está se reestabelecendo a cada dia. Muitos Dihittianos foram companheiros presentes nesse momento de angústia que atravessamos, e hoje, aproveito a oportunidade para mais uma vez agradecer a todos e a Deus pelo dom da vida. Pela recuperação da minha mãe. Ela ainda está em tratamento, mas, é outra pessoa. Deus seja louvado sempre!

Eu e minha mãe, em sua casa, em março de 2010.


Olha que linda, saindo para  caminhar (com acompanhante, claro.).



Agora vou passar a bola para meus amigos: 


1- Principe Encantado


2- Adalberto Guimarães



3- Marivan 


 4- Sonia Regly


 5- Dri Viaro


6- Lena



Vamos lá, moçada! Beijos e muito sucesso!!!! ♥

8 comentários:

Jack Dieguito disse...

amiga, to de boca aberta aqui.
Nossa, sua historia daria uma linda novela de vida.
A saga da familia da Matta.
sua mãe é linda viu?
abçs

Xênia da Matta disse...

Diego, obrigada pelo carinho. Toda mãe é muito linda, né? Mas, a minha é mais, kkkkk. Bjux

Geraldo disse...

Olá Xenia,

Muitas pessoas neste meme falarei de suas experiências dramáticas.. eu ao contrário, falei das minhas experiências leves e tranquilas.

E através dos Memes vemos mulheres guerreiras e de fibra.. assim como você, a biana, a sissy e a luisa..

Muito bom conhecer-te mais um pouquinho..

Abraço

Sonia Regly disse...

Xênia,
Como o Dieguito falou; Uma história de vida!!
Uma história de perdas, lutas e vitórias!! Deus sabe de tudo e o porquê. Apenas devemos confiar Nele, Ele sabe os porquês de tudo o que acontece.Parabéns ,fiquei emocionada,
Beijos

Sonia Regly disse...

Xênia,
Como o Dieguito falou; Uma história de vida!!
Uma história de perdas, lutas e vitórias!! Deus sabe de tudo e o porquê. Apenas devemos confiar Nele, Ele sabe os porquês de tudo o que acontece.Parabéns ,fiquei emocionada,
Beijos

* ƬℋคƬคℓyScคℓ * * Scaldelai * disse...

Que história mais comovente amiga Xênia!
Fui até ás lágrimas...
Mas como Deus é maravilhoso né?Fez vc e sua família superarem tudo e estarem fortes como nunca!
A minha história também é de muita superação até hoje,mas Deus me dá forças para PROSSEGUIR Á CADA DIA....

PARABÉNS PELA ESCOLHA DOS AMIGOS!

BEIJOSSSSSSSSS..........

DEUS ABENÇOE.

deste-mundo-e-de-outros disse...

São as pequenas(grandes) histórias da nossa vida que nos formam. Tal como dizes, fazem de nós o que somos.

Adorei ver a tua mãe. É muito bom saber que ela está bem, dentro do que é possível, e que tem uma família que lhe proporciona uma melhor qualidade de vida!

Beijocas
Luísa

Leila disse...

Oi Xênia,

Vim ler sua história, uma história de família, com certeza, onde pude te conhecer melhor. Senti pelo que vc contou sobre seu irmão, algo assim realmente deve ser muito difícil de conviver, pois é como uma história não concluída. Gostei de ver sua mãe, que afinal conseguiu transmitir a todos os filhos tudo de bom.

bjs