Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

quinta-feira, 10 de março de 2011

Passado de imposição, futuro de autonomia




A chegada dos não-índios representou para nós um novo contato, uma nova cultura, impondo aquilo que, no momento, as pessoas achavam que era importante para elas. Estavam buscando um novo mundo, mas na medida em que buscavam, eles prejudicaram outras pessoas, no caso os povos indígenas.

E também a entrada tanto do sistema capitalista, do sistema religioso, prejudicou a existência dos povos indígenas, com as suas culturas diferenciadas das demais. Tanto o sistema econômico que via o índio como meio de mão-de-obra para servir os senhores da época, quanto a religião que via os índios como seres sem alma.

Portanto, a contribuição foi o extermínio de diversos povos e de diversas culturas, onde as pessoas, membros de povos indígenas, se sentiram envergonhadas ou até proibidas de exercer o seu idioma, a sua cultura.

A história nos apresenta que nesta época existiam em torno de cinco milhões de pessoas, para mais de 900 povos. No presente momento nós estamos em torno de 334 mil pessoas, de 215 povos. Então, nós podemos aí tirar uma conclusão do que significou este contato para os povos indígenas.

No entanto, nós não achamos que esteja tudo perdido, porque nós acreditamos muito naquilo que nós fazemos através de nossa forma de organização. E nesse momento nós estamos num processo de formação de opinião, principalmente da definição do que nós queremos para o futuro.

Estou falando de uma autonomia dos povos indígenas, onde a gente possa viver com dignidade e paz, tanto entre nós, como membros de povos indígenas, quanto entre as demais classes sociais, porque a convivência é necessária, e nós precisamos que as pessoas respeitem umas às outras e nós esperamos um mundo verdadeiramente civilizado e um mundo verdadeiramente humano, onde a gente possa exercer nossas diferenças, porém, sendo respeitados pelos demais.

Nenhum comentário: