Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

quarta-feira, 2 de março de 2011

Poesias para crianças

Caixa de saudades

Desde menina

guardo,

na minha sala de memória,

numa caixa de saudade,

velhas cartas, fotografias e

objetos coloridos

de encantos e desencantos.

Lá estão

o bigode áspero do meu pai

o dedal paciente de minha mãe,

a trança despenteada da minha irmã,

duas bolas de gude quebradas

que roubei dos meus irmãos;

na fita da primeira comunhão,

na medalhinha de Santo Antônio

que minha tia-madrinha

a casamenteira me deu;

o primeiro cartão-postal

do vizinho João

com o cadeado do diário que perdi

quando fiz quinze anos.




A carta marcada com meu batom,

amarrada numa outra,

cuidadosamente desamassada,

que ainda leio;

o anel de rubi,

que não serve mais no anular,

na mesma correntinha,

com os dentinhos do meu filho,

sob a oração do seu sétimo dia,

e o último poema que lhe escrevi.

Todos os meus coloridos

encantos e desencantos

estão protegidos do tempo.

Num instante, num dia,

muito tempo atrás,

nesse relógio parado,

sem corda,

que junto deles

deixei.

FALCONE,Sandra. Notícias de mim. São Paulo: Lemos Editorial, 2000


Um comentário:

Derland disse...

Seu blog e excelente, seus textos também são ótimos, vou tentar me inspirar no seu blog para melhorar o meu, se quiser depois e só da uma olhada o link ta logo a baixo: http://derlandreflexivo.blogspot.com/