Mensagem do dia

Estude! Saber é o maior diferencial que existe!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

PSICOLOGIA - 1959 X 2011


Veja como foi que começamos a criar monstrinhos...

Cenário 1: João não fica quieto na sala de aula. Interrompe e perturba os colegas.

1959: É mandado à sala da diretoria, fica parado esperando 1 hora, vem o diretor, lhe dá uma bronca descomunal e volta tranquilo à classe. 
2011: É mandado ao departamento de psiquiatria, o diagnosticam como hiperativo, com transtornos de ansiedade e déficit de atenção em ADD, o psiquiatra lhe receita Rivotril. Se transforma num Zumbí. Os pais reivindicam uma subvenção por ter um filho incapaz. 

Cenário 2: Luis quebra o farol de um carro no seu bairro.

1959: Seu pai tira a cinta e lhe aplica umas sonoras bordoadas no traseiro... A Luis nem lhe passa pela cabeça fazer outra nova "cagada", cresce normalmente, vai à universidade e se transforma num profissional de sucesso.
2011: Prendem o pai de Luis por maus tratos. O condenam a 5 anos de reclusão e, por 15 anos deve abster-se de ver seu filho. Sem o guia de uma figura paterna, Luis se volta para a droga, delinque e fica preso num presídio especial para adolescentes. 

Cenário 3: José cai enquanto corria no pátio do colégio, machuca o joelho. Sua professora Maria, o encontra chorando e o abraça para confortá-lo...

1959: Rapidamente, João se sente melhor e continua brincando.
2011: A professora Maria é acusada de abuso sexual, condenada a três anos de reclusão. José passa cinco anos de terapia em terapia. Seus pais processam o colégio por negligência e a professora por danos psicológicos, ganhando os dois juízos. Maria renuncia à docência, entra em aguda depressão e se suicida... 

Cenário 4: Disciplina escolar

1959: Fazíamos bagunça na classe... O professor nos dava umas boa "mijada" e/ou encaminhava para a direção; chegando em casa, nosso velho nos castigava sem piedade.

2011: Fazemos bagunça na classe. O professor nos pede desculpas por repreender-nos e fica com a culpa por fazê-lo . Nosso velho vai até o colégio se queixar do docente e para consolá-lo compra uma moto para o filhinho. 

Cenário 5: Horário de Verão.

1959:Chega o dia de mudança de horário de inverno para horário de verão. Não acontece nada. 
2011: Chega o dia de mudança de horário de inverno para horário de verão. A gente sofre transtornos de sono, depressão, falta de apetite, nas mulheres aparece celulite. 

Cenário 6: Fim das férias.

1959: Depois de passar férias com toda a família enfiada num Gordini, após 15 dias de sol na praia, hora de voltar. No dia seguinte se trabalha e tudo bem.

2011: Depois de voltar de Cancún, numa viajem 'all inclusive', terminam as férias e a gente sofre da síndrome do abandono, pânico, ataque e seborreia... 

3 comentários:

DAVID EME disse...

Olá.
Posso garantir que lá atrás está tudo "nos conformes". Além disso, aprendíamos alguma coisa. Éramos felizes e não sabíamos!
Hoje, não é bem assim, não!!!
Ah, é pior!
Uma carta que li de um jovem: "eu como serumano..." Aí, ele pensou: "mais eu num como serumano, eu sóçôserumano..."
É mole ou qué mais?!
Grande Abraço

DAvid Eme

Van Kosta - Butterfly Back disse...

Olá, Xênia!
Não tenho palavras. Sou professora e psicopedagoga, estou nas salas de aula todos os dias. Comecei a lecionar inglês para o ensino fundamental da rede pública do Rio de Janeiro. Você sabe qual é a maior dificuldade dos alunos? Disciplina. Eles não conhecem o significado da palavra respeito. A única maneira de melhorar isso é deixarmos de ser permissivos. Mas, será que a lei de um modo geral está pronta?

Felipe Marques Gomes. disse...

Muito bom esse texto adorei mesmo, isso mostra o quanto a sociedade mudou.